quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Isto não anda fácil...

Preciso urgentemente de voltar para Portugal, para junto dos meus, ou corro o risco de ficar maluca. O cenário já é mau - estou completamente sozinha no meio do campo e na cidade não há sequer um parque ou jardim para se passear - e agora com a nova mania do Tomás ainda está pior. Chora o dia todo (e é mesmo todo), chega a pontos em que até eu choro, depois tenho de lhe pôr soro e só piora, recusa a mama 300x mesmo tendo fome, só mama quando já  está esfomeado, se saímos os dois está bem 30min e depois começa o berreiro. Mas depois chega o pai e ele fica totalmente diferente! Gargalha, sorri, fala, esperneia, brinca... e eu sinto-me ainda pior.

Depois dou por mim enervada, a gritar-lhe para se calar, a dizer que não quero mais saber dele, que tou farta de ser mãe.. sai-me estas idiotices todas da boca, e depois quando deito a cabeça na almofada e as palavras me assolam a cabeça, choro. Choro muito. Porque o amo, amo-o mais que a mim própria, amo ser mãe, amo tudo nele e tudo o que digo é por não estar bem.

Sinto-me a pior mãe do mundo.. pior mulher, pior tudo. Odeio-me de cada vez que uma palavra estúpida que digo me vem á memória.

Estou esgotada, triste, sozinha, desolada. E isto só se resolve quando eu voltar para casa. Para junto dos meus, para onde posso agarrar no meu filho e ir dar uma volta, onde ele pode conviver com pessoas normais e não os bixos dos familiares do R., onde podemos ser os dois felizes.

Sinceramente...? Apetece-me morrer. Mandar-me de uma ponte qualquer e pronto. Assim já o meu filho não tinha de levar com a merda da mãe que tem.

13 comentários:

Sandra Tavares disse...

Ai, não penses assim, se fosses má mãe não choravas pelas coisas que dizes.
Possivelmente estás com uma depressãozita, há-de passar.
Não fiques assim.
Beijinhos.

Pobre(o)Tanas disse...

Katy antes de mais é perfeitamente normal sentires-te assim, alias é fácil de compreender e até te perguntei se nao havia hipotese de ficares mais uns meses em PT com ele porque estes primeiros meses são criticos. Ainda nao sabemos bem decifrar o que querem e por qualquer coisa rebentamos. Dp 24/24 sem tempo para mais nd nem ver mais ng... Ui... Tu sabes o que tens de fazer! E ontem já era tarde. Volta para junto dos teus nem que seja 1 mes ou 2! Mete-te no avião e vem! Depois de cabeça equilibrada voltas!

Agora não te culpes, não és má mãe... Não senhora! A Eva tem 9 meses, eu hoje estou triste, triste, triste! Devia estar feliz porque tenho uma filha linda e cheia de saúde mas olho para mim e sinto-me desmotivada. Tb é o trabalho que me deixa assim mas pronto devia estar bem não era?

ÉS UMA EXCELENTE MÃE!!!

E quanto mais insistires com a mama mais ele esperneia e chora porque te sente tensa e ele nao quer a maminha assim. Olha quando for assim enfia-o no banho para acalmarem, se ele gostar mt de aguinha, claro e acalmar com ela e dp quando ele estiver ensonadinho dá mamoca ;)

Qualquer coisa sabes o meu mail!

Beijo e FOR-ÇA!!!

Anônimo disse...

boa noite, nao costumo comentar, mas acho que nao deve sentir-se assim, nada na vida é mais importante ue a mae... A minha morreu quando eu tinha 9 anos e quanto mais velha fico mais sinto a falta... em pequenos momentos da vida, pequenas conquistas... faz sempre falta... NUNCA mais pense nisso que ele vai sentir mais falta do que achar qualquer coisa das que anteriormente referiu...

Vera disse...

Calma então?! Tb sou mãe de um menino de 4 meses e chego ao final do dia esgotada pk tb só chora e nunca está bem quieto só quer andar ao colo de um lado para o outro. Tb me inervo e digo coisas sem nexo, dps caio em mim que abraço-o como n houvesse amanha. É normal estamos cansadas. Vês pensei que fosse só o meu que de comilão e dorminhoco agora é um homem crescido que tá sempre de olho aberto a cansar-me o neuronio :)
Não consigo passar o dia com ele em casa, impossivel, tenho de dar um giro aí é a unica vantagem que tenho de ter sossego. Mas a familia é um grande apoio e sem ela....querida fica mais dificil. Amas mt o teu filho disso não há minima duvida.

Vanilla disse...

Minha querida!!! RESPIRA! Acalma-te. Ninguem disse que iria ser fácil, faz tudo parte da maternidade. É assim mesmo, todos os dias, vão aparecer situações novas, testes novos. Eu tenho um anjo de menina, e a peste grande, fiquei uma semana sozinha com as duas em casa e não fácil, valeu-me a mais pequena ser um anjo e tive sorte não houve cólicas maiores!
O Tomás poderá estar a passar um pico de crescimento e andar mais rabujento. Já espreitaste as gengivas?? Poderá ser um dentinho a querer romper, se a memória não me falha a Bia começou a ficar mais aflita das gengivas com essa idade, apesar do dente só romper uns meses depois.
O facto do Tomás te parecer ficar mais contente por ver o pai, não quer dizer que não goste de ti, de certeza que em determinados momentos do dia ele tambem sente alegria por te ver, mas já viste que eles gramam-nos a toda a hora e só veem os pais ao fim do dia? Não os censuro hehe
Vá animar o astral! Não tens possibilidade de vir passar uma semana cá com o Tomás? Arejar um pouco as ideias. Não te deixes ir abaixo querida, são fases.

Katy disse...

Infelizmente não há dinheiro para ir para Portugal.. resta-me aguentar..

Obrigada a todas, mas este desânimo não passa..

Anônimo disse...

Calma Katy. O bebe sente essa tua ansiedade de erra, esses teus nervos. Ele sente tudo o que a mãe sente. Afinal és tu que estás com ele o dia todo , transmites-lhe sentimentos positivos se estás bem , e negativos se estás mal.
Não és má mãe. De todo. Os bebes não são todos iguais , há uns mais dificeis que outros , mas ao que me parece anda aí uma depressão! Ou estarei errada?! A falta de paciencia, os sentimentos e pensamentos maus em relação a ti, procura ajuda médica.
O teu filho precisa muito de ti , mais do que qualquer outra pessoa, e para isso tu tens que estar bem. Tu és capaz, não te desvalorizes. Cuidar de um filho 24h sob 24h não é facil.. Mas nós mães somos um ser incrivel e vamos buscar forças aos nossos filhos.
Um beijinho grande e muita força. Tu és uma excelente mãe, não deixes que ninguém te diga o contrário.

Rita disse...

Olá, por acaso também é a primeira vez que comento, apesar de acompanhar o blog há algum tempo...e fico triste só de pensar o que deve estar a sofrer...mas pelo Tomás , não pode ir-se abaixo...também não tive uma bebé fácil e quando leio os seus relatos, me lembro o que passei com a minha filhota,e mesmo hoje , já ela com 5 anos, há dias em que olho para trás e vejo que nem sempre aproveitei os bons momentos que ela me proporcionou...Bem sei que se sente só, e parece-me que anda por aí uma depressão...porque não pede ajuda, por si e pelo Tomás...Tudo de bom...

Katy disse...

Nós hoje já estamos um pouco melhores. Já desisti de o fazer rir para mim, por isso já não me sinto tão triste quando vejo que ele ri para os outros.
Agradeço mais uma vez a todas por serem tão carinhosas comigo. Infelizmente as finanças não estão muito boas, senão agarrava no meu filho e ía-me embora. Enfim...

Muito, muito obrigada mais uma vez! Os vossos miminhos ajudam e muito!

Rita disse...

Ontem esqueci-me de dizer que também tenho um sobrinho lindo que nasceu a 22 de Abril, é um pouquinho mais velho que o seu Tomás....e também não tem sido fácil...só me falta fazer o pino....:)...pa ele se rir para mim, e quando faz daquelas birras ?! Eles vão crescendo e vai-se tornando mais fácil...força e ânimo para tudo o resto!

amigos das onze horas disse...

Todas nós já nos sentimos sozinhas por isso imagino como te deves sentir. Se eu estivesse longe de tudo a conviver quase exclusivamente com a família do meu marido ficava deprimida após uma semana:) Beijinhos e força pois o teu bebé precisa muito de ti

ML disse...

Katy um beijinho especial. espero que hoje já estejas mais animada. O Tomás precisa e merece.

E tu és para ele a melhor mãe do mundo! Acredita!

Vanilla disse...

Se precisares falar estou aqui, não existe melhor terapia, podes estar a passar por uma depressão, não são tempos fáceis e estar fechada entre 4 paredes com um bebé fácil ou dificil que só chora, dá cabo da cabeça de qualquer um!!!! Beijinho grande e não percas tempo a ler comentários que não interessam, só te irritas sem necessidade e quem fala assim é porque nunca passou por situação semelhante. Força!