terça-feira, 31 de dezembro de 2013

8 meses, até para o ano!

Ontem o Tomás fez os seus 8 meses. Está tão pertinho do seu 1º ano... já rebola para todos os lados, mete-se de gatas, guincha por todos os lados... jesus! Um amor de gaiato, só apetece comer!!

E quem está ainda mais perto do 1º aninho é o meu sobrinho... e adivinhem (ainda não vos tinha contado), o primeiro nome que ele disse foi... o MEU!!! HEHE!! Olha para a minha fotografia e diz "Caaaa-tia", com uma pausa pequenina no meio. HEHE!!! :D

Bem passei só para atualizar. Tenho andado a mil, desculpem a ausência e a falta de comentários nos vossos cantinhos. Não me esqueci de vocês.

Beijinhos e até para o ano!!!! FELIZ ANO NOVO!

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Do nosso Natal

Antes de mais, FELIZ NATAL! Ontem não tive tempo para cá vir desejar-vos muitas prendinhas boas para a meia-noite, mas estou cá hoje :P

Em 1º, aconteceu o mesmo que o ano passado mas com algo diferente: em vez de ser o corpo da máquina fotográfica a estragar-se, foi a objetiva. A do kit, 18-55mm. Lá vou eu para o serviço pós-venda da Worten novamente..

Em 2º, o nosso Natal foi bem generoso este ano, embora a crise. Para mim foi o Galaxy Pocket Neo, prenda do R., e dos meus pais a objetiva 55-200mm. Depois um porta-chaves, uma coruja, oferecida pela minha irmã. E uns chocolatinhos.

Para o Tomás... taaaantas prendas!!!! Já vos tinha contado o que lhe tinhamos comprado, mas os meus pais depois quiseram oferecer o triciclo ao Tomás e um igual ao meu sobrinho, por isso foi o cãozinho dos pais e o triciclo dos avós.
E um cubo para enfiar peças com formas da madrinha, que faz barulho cada vez que se põe uma peça no sitio.
E um carro maluco da minha tia, que tem música, anda de um lado para o outro, salta, abre as portas e levanta os bancos, tudo ao mesmo tempo. É ver o Tomás hipnótizado a olhar para aquilo.
E um Mickey gigante, do meu primo J.
E uma espécie de andarilho, do padrinho.
E uma roca do Mickey, uma lanterna do Aprender a Brincar (do conjunto do cãozinho, há vários) e uma muda de roupa da patroa da minha conhada, que nem o conhece mas já lhe ofereceu muitas prendinhas.
E uns blocos de empilhar que têm os números, formas de peixes e coisas assim, e que rodam umas coisinhas á frente, dos avós paternos.

Sabem o mais engraçado?? ... O Tomás não liga a nada sem ser aos brinquedos antigos. Os que ele já tinha.... boa filhote, dinheiro para o ar... LOOL

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

O motivo da ausência e as evoluções

Comecei a trabalhar, logo não dá tempo nenhum para vir aqui. Entre sair do trabalho, vir a casa tomar um banho de 2min, ir buscar o Tomás, chegar e brincar um pouco com ele, fazer jantar, arrumar coisas que há sempre por arrumar, etc... não há tempo para o blog. Desculpem.

Mas não podia deixar de partilhar convosco... o Tomás já tem 2 dentinhos!!! Na quarta-feira passada descobri o primeiro, um dos ratinhos de baixo, e ontem quando o fui buscar á creche vi que tinha o outro do lado já á mostra!!!

Para completar o dia de ontem, chego a casa e na brincadeira com ele ponho-o de barriga para baixo (o senhor é um grande preguiçoso para se pôr de barriga para baixo sozinho) e qual não é o meu espanto quando ele se mete logo de gatas!!!! Ía-me dando um fanico!! O meu bebézinho daqui nada está a gatinhar por todo o lado!!!

A creche custa.. mais a mim que a ele.. mas é muito bom em termos de desenvolvimento...

Bem e agora vou-me pra ir buscar o Tomás.. Beijinhos!!

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Que orgulho! (kill me)

Hoje o meu filho, o meu caguinchas, o meu minimeu vai trazer o seu 1º trabalhinho da escolinha: decorar uma estrela para a árvore de Natal que vão fazer na festa da creche, dia 20. O seu 1º trabalho de casa.

Isto pode parecer muito estúpido para quem não tem filhos, mas quem tem percebe-me: é um orgulho que nem cabe no peito! O 1º trabalho do meu filhote. O 1º dos 1º's.

É impressionante como os filhos tomam conta da nossa vida. Do nosso coração.. da nossa mente.. de tudo. Tudo em relação ao meu filho me faz ficar orgulhosa, feliz, com cara de parva. E por mais que me custe deixá-lo todas as manhãs na creche, por mais que me custe não poder controlar mesmo se ele come tudo, a que horas come, etc (paranóia de mãe), sinto-me imensamente orgulhosa do meu bebé-menino. Porque a cada dia que passa, ele fica mais meu, mas também mais ele. Mais individuo, mais ele próprio, mais menino. Custa-me, mas ele não será para sempre o bebézinho (por mais que eu queira). E dá-me um orgulho imenso ver a evolução dele, o crescer, as etapas e tudo o que faz parte delas.

Amo-te filhote! A mãe tem tanto orgulho em ti, meu gôdo!!!!




(E para fotografar e filmar a 1ª festa de Natal do meu amorzinho pequenino, esta veio morar cá para casa, presente de Natal da minha mãe) :

YEEEEEEEEEYYYYYY!!!!

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Isto é horrivel... estou aqui a controlar-me...

O meu filhote está na creche. Já lá fica até ás 15h/15:30h. Todos os dias aumentamos 1h, desde a semana passada. Assim, quando na próxima segunda-feira for trabalhar, já não lhe custa assim tanto.

Mas a mim custa. Nunca pensei que custasse tanto. Bolas, que dói mesmo. Chega até a ser dor física. Estou aqui a contorcer-me, a controlar-me para não o ir lá buscar.

Quero o meu filho ao pé de mim. AGORA. JÁ.

...
....
.....


domingo, 8 de dezembro de 2013

O 1º Natal

Este será um Natal um tanto ou quanto especial. Por boas e más razões.

Será o 1º Natal do Tomás fora da barriguinha. A árvore já está feita, as prendinhas debaixo dela, mas ele não lhe liga nenhuma, nem com as luzes acesas.

Mas será o 1º Natal sem a minha avó. E com isto, perde a maior parte da magia.

Enfim..

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Adaptação na creche.. e muita estupidez!

Até está a correr bem.. não fosse tu chorares até soluçares e teres tiques de abanar a cabeça de tanto choro, e de eu não ir nada á bola com uma das auxiliares.

A primeira parte nada posso fazer, até te habituares vai ser assim.
A segunda.. bem, também nada posso fazer. O que me irrita mesmo na mulher é achar-se super importante, superior a toda a gente, olhar e falar com aquele desdém de "olhem-me esta gaiata", só porque sou nova. Dá-me vontade de a mandar á m*rda. É que com o R., por ele ser mais velho que eu, fala de mansinho e com sorrisinhos. Comigo fala á bruta e a mandar bocas que até metem nojo.

Gostava sinceramente de ser como dantes. Quando não queria saber do que diziam, das más línguas, de falarem mal, desdenharem. Agora quero. Porque eu sou nova, sim, mas nunca me podem acusar de tratar mal o meu filho ou de o deixar passar necessidades. Só me podem acusar de o mimar demais, e isso nem existe.

Chateia-me pa caraças ouvir certas coisas. Como no outro dia, em que estávamos na creche e o R. estava a mostrar o Tomás a umas da cozinha que são familiares dele (e uma que é minha), eu tava a falar com a minha irmã (que é lá auxiliar), vou ter com o R. á cozinha e ouço logo, olhando-me de alto a baixo "esta gaiata é que é a mãe?! Ah...".
..
..
..
A SÉRIO?!
E o R., enquanto eu estava a tratar da papelada da inscrição, ouvia a conversa de duas mulheres da limpeza "mas que idade é que ela tem?", "tem xx, acho eu!", "ahhhhh, a sério?! Tão novinha! Credo."

Já pra não falar que foram dizer á minha irmã "a tua irmã é novinha mas o teu afilhado anda sempre todo arranjadinho, bonitinho, lavadinho, sim senhor".
WTF?! Então por ser nova, isso significa que o meu filho passe necessidades, tenha de andar todo mal vestido, todo ranhoso e sem tomar banho 15 dias? Bolas! Pelo que tou a ver, anda tudo a pensar que o meu filho é o coitadinho, que eu não sei tomar conta dele..

Isto não devia mexer comigo. Mas mexe. Muito. Porque se há coisa que o meu filho nunca irá passar é necessidades. Se há coisa que nunca lhe vou fazer é tratá-lo mal. Nunca o irão ver mal vestido, todo badalhoco. NUNCA!
Mas só pela minha idade, já ando com fama disso....

QUE RAIVA!!!!

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Os filhos são por fases


No outro dia a minha tia dizia-me que os filhos são por fases. Primeiro no nascimento, o primeiro sacrificio. Depois a creche, a seguir a escola, e por aí em diante.

Amanhã o Tomás vai pela primeira vez para a creche... vai começar a habituação... vai ser a hora mais longa da minha vida..

Os filhos são por fases



sábado, 30 de novembro de 2013

7... 7 meses

São 7 meses. Fazes hoje os teus 7 mesinhos, nesta exacta hora.

Estás um bebé lindo!! Todos te gabam os enormes olhos castanhos lindos, as pestanas longas e encaracoladas, cujas pontas tocam as sobrancelhas (sim, são assim tão grandes). Tens o cabelo já grandito, mas continuas com as tuas "entradas" características, que todos dizem ser como o teu tio R., irmão mais velho do teu pai.

Estás 40 mil vezes mais sociável desde que vieste. E com isto vejo que estavas mesmo um bixinho do mato, filhinho. Não podias ver ninguém sem ser os pais ou o avô M., que começava o berreiro. Agora sorris para toda a gente, vais ao colo de toda a gente, és um amor quando te metes com as pessoas com os teus guinchinhos do tipo "oh, tu aí, fala lá comigo pah!".

Adoras estar de pé, aguentas-te imenso tempo sem te cansares e agora aprendes-te a dar saltinhos. Dás tantos e tão grandes que ficas todo contente e guinchas, gritas, ris, dizes "dá dá dá" e uns "di di di" pelo meio.
Já sabes que dizeres "dá" é sinónimo de te darem alguma coisa. Espertalhão :)

Comes a papa e a sopa que é uma maravilha. Desde o primeiro dia que comes tudo, até já tive que te aumentar os ml's de papa e mesmo assim ficas a olhar quando acabas. Tem de ser colher atrás de colher, tipo máquina, senão refilas logo.
A tua sopa preferida é a mais ranhosa de todas e as que todos os bebés custumam odiar: sopa de alface. Quanto mais ácida melhor, adoras!!! 

Fruta... bem, isso é outra história.. Eu que te gabava a "boa boca", que comias sempre tudo, que despachas um prato de sopa ou papa em 3 ou 4 minutos, a fruta tem sido uma desilusão. Sim, não podemos gostar de tudo, mas tu não gostas de nenhuma. Começámos pela maçã, dá-te vómitos. Por mais que tente. Até experimentei papa Blédina de maçã ao lanche em vez da Nutribén Crescimento (a mais básica), já tinha também experimentado Nestlé Maçã, mas comeste-a a muito custo. Por isso maçã não é mesmo contigo.
Estamos agora na pêra. Consigo que comas umas 3 ou 4 colheres, mas muito enganado. Fechas a boca de tal maneira que, mesmo sabendo que tenho de ralhar contigo, parto-me a rir. Hoje comprei um boião de Blédina de pêra, como último recurso, pois já tentei fruta cozida e crua, mais passada ou menos passada, já tentei ralhar, palhaçar, trinta por uma linha. E tu mandas-me comer a fruta com ar de "se é tão bom, come tu".

És muito brutinho. Quer seja a tirar os brinquedos ao teu primo Afonso, quer seja quando acordas e queres que nós acordemos também, levas tudo ao murro. Não é á chapada, nem aos gritos, é mesmo ao murro. Dás com cada um que até dói!

Já reclamas imenso conosco! No outro dia estavas a ver o Mickey Mouse (que adoras), o pai passou a tv para a Xbox e tu desatas-te a ralhar com ele, indignado! Pois claro, o pai não manda aqui nada, né amor? :)

Das duas uma: ou vais ser cantor se tiveres voz para isso, ou músico. Amas música. Adoras de paixão. Quando começa alguma música, pára tudo. Ficas muito atento, e depois ris-te todo contente.

Continuas a perder-te de amores pelo Henry dos desenhos animados "Henry, o Monstro Feliz". É só o boneco falar que tu desatas a rir e a espernear.

Já fizemos a árvores de Natal e, ao contrário do que eu pensava, não lhe ligas nenhuma, nem com as luzes.



Estás lindo, maravilhoso, refilão, e tão meu. Tão bom!


(E o teu primo faz hoje 10 meses. Não acredito que aquele miudo lindo está quase com 1 ano no rabioque. Está lindo e muito traquina. Vai ser fresco vai!)

sábado, 16 de novembro de 2013

Querido Pai Natal...

Vou pedir com jeitinho porque nos outros anos peço normalmente mas, cabrão que só tu, fazes ouvidos moucos e eu que me desenrasque sozinha.

Por favor, por favor, por favor... ofereces-me um workshop de fotografia? Vá lá, vá lá, vá lá!
...
...

Vá, eu sei que és um forreta ranhoso do caraças, e que só se eu arrota-se notinhas de 500€ é que ía ter de presente um workshop, por isso dou-te uma alternativa baratinha. Oferece-me este...


... que eu para o ano volto a pedir o workshop, se não mo ofereceres agora. Mas vê lá bem no fundo do saco de presentes se não há por aí nenhum workshop, que isso sim era fixolas e eu passava a acreditar em ti, sim?

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Sopinhas e cócós

Ontem começas-te as sopas. Segundo o teu pediatra, (e devo dizer que concordo, faz todo o sentido) a primeira sopa deve conter apenas abóbora (mogango) e uma colher de chá de azeite no fim, para ficar cru, porque se vamos fazer, por exemplo, abóbora e batata, se fizeres uma reação alérgica não sabemos se é da abóbora ou da batata e depois temos de andar a experimentar. Assim vamos de legume em legume e sabemos logo do que é se tiveres alguma reação.

A primeira sopa... bem, não correu lá muito bem. Choras-te, estremeces-te, fizes-te cara feia, puxas-te o vómito, enfim. Teve de ser com a ajuda do dvd do pintainho amarelinho, e mesmo assim não comes-te tudo.
Hoje já comes-te muito melhor. Comes-te mesmo um pratinho de sopa, sem pintainho amarelinho nem nada. Ainda fazes caretas, fechas a boca ás vezes, mas comes.

Quando vês a papa ao lanche é que ficas maravilhado! Abres a boquinha assim que engoles, e reclamas se não te dou á velocidade que queres. Dos 120ml de máximo que o pediatra disse, comes tudo e ainda ficas a abrir a boca, por isso amanhã vou fazer 150ml.

Mas claro, com isto tudo os teus cócós mudam. (sim, vou falar de cócós, é do que as mães falam)
Hoje fizes-te pela primeira vez cócó "a sério". E á bocado, enquanto estavas a fazer, o teu pai teve a brilhante ideia de ir mudar-te a fralda (lá se esqueceu da regra de esperar sempre um bocadinho pra ver se já fizes-te tudo). Chama-me muito aflito e eu corro da cozinha, pensando que lhe tá a dar o badagáio, quando chego ao quarto e vejo-o a segurar-te as pernas pra cima e a dizer "depressa!!!" com um ar enojado e mal disposto.
Pois é. Estavas mesmo no acto. Eu lá me ri, segurei-te as pernitas e tu fizes-te o que tinhas a fazer. Ou seja, agora que fazes cócó a sério, o teu pai quase cai p'ró lado com o cheiro e a consistência. Enfim, homens! :)

E acabo este post a dizer uma coisa que me maravilha: a capacidade de uma mãe ficar toda feliz durante um dia inteiro porque o seu filho fez cócó "a sério" pela primeira vez. Eu, que sempre abominava as mães que falavam dos cócós com um orgulho e felicidade horripilantes.

...
...

OMG, i'm one of them!!!

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Natal do Tomás despachado

Já á muito que tinha decidido comprar o cãozinho da Fisher Price para o Tomás, mas agora com o Natal a chegar e a promoção da Toys'r'us do Freeport, que fez com que ficasse a 35€, comprei-o logo!


Mas o pai, assim que entrou na loja, deparou-se com um brinquedo que lhe encheu os olhos, e vai daí "tu ofereces o cão, eu ofereço isto". Oi?! Não era suposto os pais oferecerem uma coisa em conjunto?!

Anyway, ele lixou-se p'ó que eu disse e comprou este triciclo pela módica quantia de 70€! Matem-me o gajo, faxabôr!

Bruin Andador 4 em 1

Para verem as funcionalidades desta coisa, aqui.


Para o próximo Natal vou ás compras sozinha...


domingo, 3 de novembro de 2013

Ora vamos lá á atualização

Tomás com 6 meses. Meio ano de vida. Oh  my god, oh jesus! Como é que o meu bebé de 3kg se transformou tão depressa neste bebé-menino, lindo que só ele, e cada vez mais sorridente, simpático e sociável? Neste caso o ditado muda um pouco: se o orgulho matasse, já estava finada, eu!

Eu cumpri um grande desejo meu que me deixou realizada de uma maneira que não sabia: amamentei em exclusivo durante 6 meses, e continuo a amamentar, apesar dele já almoçar papinha. Parabéns a nós, não? :)

Aqui o alcagóitas já come papinha desde o dia 30 de Outubro, dia em que fez os 6 meses, e para minha surpresa, comeu tudo! 120ml de papa, e tem comido sempre tudo! Comeu logo muito bem, sem fazer grande javardice.
Eu pensava mesmo que ía ser um grande filme, com o feitiozinho do meu filhote.. mas não! Está a correr ás mil maravilhas, e têm de ser colheres seguidas senão temos o caldo entornado!

Está cada vez mais habituado ás pessoas, á "confusão", a socializar com várias pessoas. Já adora toda a gente, menos a avó paterna que ele náo vai muito á bola (again, as crianças sabem quem é boa rés ou não).


Está tudo a correr ás mil maravilhas.

Desculpem a ausência, mas estamos a mil, não paramos em casa, e quando estamos lá é sempre a arrrumar coisas.

Beijinho!

domingo, 27 de outubro de 2013

Enormes mudanças

Nem vos vou falar da viagem, só quero esquecer!

O Tomás estranhou muito a casa nova, para dormir foi um inferno e teve de dormir à noite conosco. Agora já se vai habituando, embora as noites ainda sejam muito complicadas.

Estranhou imenso a avó L.(mãe do R.), assim que a viu desatou a chorar (aqui se provou a teoria que as crianças sabem bem quem é boa rés ou não).

Agora do meu lado da familia... gostou de toda a gente. Reconheceu a minha mãe e a madrinha (minha irmã) logo assim que as viu e riu-se imenso! Embora de vez em quando chore no colo de alguém, não é nada do outro mundo. Aliás, ontem passou o dia no colo do avô, da avó, da madrinha, do tio L.(meu conhado) e não chorou quase nada durante o dia todo. Fazia-lhe tanta falta isto! Socializar, ver outras pessoas!


E embora ainda não reconheça que é outro bebé, já vai olhando para o lindão do primo Afonso. Até já brincaram um bocadinho no chão sentadinhos!

O Afonso, esperto que só ele, está um amor e quer muito mexer no Tomás. Já me mandou uma bela mordidela na bochecha e um beijinho. Reconheceu-me logo e ri imenso comigo! Estou deliciada com o meu sobrinho! Está tão grande! Ainda nem tem 9 meses e já se mete de pé sozinho, daqui nada está a andar!! Vai sair aqui á tia, que com 10 meses já corria a casa toda.

Bem, posso dizer-vos que aqui sou (somos) felizes. Muito! Para completar esta felicidade, só mesmo ter a minha avózinha linda aqui conosco.. a ver o meu Tomás. Tal como o Tomás adorou o bivô, também ía adorar a bivó. Mas enfim...

Estou sem pc, por isso se não disser muito nos próximos dias é porque ainda não foi arranjado.

Beijinho e bom domingo!

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

domingo, 20 de outubro de 2013

Mania que mandam nos filhos dos outros

Ontem o R. acabou de trabalhar e como estamos quase a ir embora, fomos jantar a casa do meu conhado.
O Tomás, que sempre odiou a L., mulher do meu conhado, agora já a tolera e se ri para ela.
Chegámos lá a casa deles, ela pegou no Tomás e eu sentei-me á mesa. Ouço o meu conhado rir-se, olho e vejo o Tomás a mastigar qualquer coisa.

Acho que se o olhar matasse, tinham morrido todos com o meu. Perguntei, furiosa mas com calma, o que é que ele tava a mastigar. Diz-me a L., com cara de "olha-me esta gaja..." (como se fosse a mãe dele) que era SÓ um bocadinho de miolo de pão. MIOLO DE PÃO! Quando eu já disse 1000x que não quero que ele coma ou prove nada até aos 6 meses.

Respirei (muito) fundo, olhei-a nos olhos e disse "L., não quero isso!". Respondeu aos gritos que "foi só um bocadinho, não lhe faz mal nenhum". Voltei a dizer "mas eu não quero!". Volta a gritar "os meus com 4m já comiam bocados assim", agarrando num bocado absurdo de pão. Aí já me tava a passar, e tentei acabar com aquilo "tu crias-te os teus, deixa-me criar o meu!".

Pareceu-lhe mal, deu-me o Tomás para o colo e sentou-se á mesa, a picar outra vez com a cena de "os meus com 4m já comiam bocados assim e assado" e aí falei um bocadinho mais ríspido pa ver se ela entendia "crias-te os teus 3, eu agora crio o meu, sou eu a mãe".

Levantou-se e foi prá rua. Ninguém sabia dela. Eu não tou pra m*rdas destas, cenas á criança. Peguei no MEU filho e fui-me embora dali. Ainda desatou a gritar comigo na rua a dizer que não tinha dado pão nenhum (o miudo a mastigar e ela a dizer "foi só um bocadinho", mas depois já não tinha dado), e quando eu disse que não tava chateada e não sabia porque é que ela tava a fazer filmes, ainda me diz que quem fez filmes fui eu!

Resumindo: eu que tinha razão pra ficar chateada não fiquei, só disse que não queria aquilo e eu é que sei, e ela fez a cena de coitadinha, desapareceu, chorou, gritou (qual birra de criança), e eu ainda fiquei mal vista por todos (sim, andam todos de má cara pra mim e o meu conhado e ela nem me falam). Eu, a mãe, tinha de ficar calada porque dona excelência, como acha que não faz mal, tinha todo o direito de dar. E eu que me calasse.

Era o que mais faltava!!


segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Evoluções

Ás vezes tens destas coisas. Um dia acordas e estás completamente diferente em termos de evolução.
Hoje acordas-te e estás tão bem disposto que até dói (e tu custumas fazer sempre uma mega birra durante o dia, hoje ainda não houve nenhuma, yey!), desde ontem á noite que dizes "da-da-da" enquanto mordiscas a lingua, nós imitamos e tu fazes novamente.

Finalmente paras-te com a tontice quando te punhamos de barriga para baixo. Baixavas a cabeça e começavas a chorar. Hoje não! Só te queres pôr de barriga para baixo, e já consegues mexer-te do sitio! Daqui nada estás a gatinhar!

Estás delicioso! Gargalhas imenso, achas um piadão a tudo e estás cada vez mais calmo (aleluia!!!).


Resumindo: AMO-TE! Se soubesses o quanto te amo, o quanto me orgulho de ti.... nem há palavras para descrever.
Meu docinho côcô lindo delicioso caguinchas da mamã gôdo!!!!!!

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

O médico do parto

Não sei se já vos tinha dito, mas o médico estúpido que me fez a cesareana foi o mesmo que quase me arrancou o coração.
E nesse dia, enquanto acabava o serviço, foi uma simpatia que até contava piadas! E foi-me ver no outro dia de manhã.

...
...

É bipolar, só pode!

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Fazes-me feliz

Tomás de pé no sofá, comigo à frente dele a segurar-lhe as pernas para ele não fazer tanta força com os pés, ele a deitar rios de baba e a dar-me os melhores beijinhos do mundo, enquanto se agarra a mim, quase aos abracinhos!! Tenho a cara toda lambuzada e o coração cheio
 
Amo-te tanto meu filhote! Só tu para me encheres o coração de alegria desta maneira, mesmo toda babada (literalmente).

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Com 5 meses...

Hoje foi dia de consulta. Estás com 6,200kg no lombo, 61,5cm e 41,5cm de chapéu. És o meu mini gôdo lindo! Vim de lá babada - como sempre. Super atento, muito comunicativo, tudo óptimo a nivel pulmunar e cardíaco, tudo óptimo em tudo! (palavras do médico)
Portanto tirando a pele atópica (que tá numa das suas crises), está tudo óptimo! E eu babadaaaa :D


E com 5 meses...

... já invejas a nossa comida.
... gargalhas imenso para o pai e ás vezes para mim.
... claramente o teu pai é o teu herói.
... quando acordas de manhã abres os olhos, começas a soprar com a chucha na boca e depois dás um sopro maior ao mesmo tempo que mandas a chucha fora com a lingua (faz um barulho super fofo).
... tens uma personalidade muito vincada.
... não vais com a cara de toda a gente, não gostas de situações novas, barulhos altos ou movimentos bruscos.
... se alguém te pega ao colo sem sermos nós..meu deus, a casa vai abaixo!
... já usas fraldas T4 desde os 4 meses e uns dias, o T3 não te serve na barriga e pernas (gôôôdo da mamã).
... tens as bochechas mais boas do mundo!
... o teu olhar dá-me cabo do coração :)

... estás LINDO, MARAVILHOSO, SÓ MEU! Muahahahaha (ler com voz de bruxa má dos desenhos animados)!

ADORO!

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Hoje nem consegui dormir

O meu avô vai ser operado hoje.. depois do que aconteceu á minha avó, nem consigo pensar no meu avô num bloco operatório..

Peço-vos que rezem por ele, mandem pensamentos positivos, qualquer coisa..

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Compras

Ontem o Tomás fez 5 meses, aproveitando que o pai não foi trabalhar e está tudo em descontos, fomos abastecer-nos de roupa para 6m. Encontrei apenas algumas coisas das que comprámos, falta muita coisa.

Esta foi comprada para o primo Afonso






Ao todo foram 4 calças, 2 bodys, 2 blusas, 3 babygrows, 2 casacos quentinhos, 5 pares de meias, 1 roupão e umas cuecas para mim. Ao todo, com os descontos, gastámos 85,28€. Sem descontos ficava tudo por 180,85€! Poupámos 95,57€!
Juntando isto ao que já tinhas para 6m, estás despachado de roupa! Só falta calças interiores que não havi lá grande coisa.

Resumindo: só gastar dinheiro! Mas era mesmo preciso.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Só com isto vocês percebem como estou

Filho, por favor, dorme mais do que meia hora. Pára com os chapadões e as cabeçadas quando te pomos na nossa cama, numa tentativa falhada de dormires (e deixares dormir). SIM?!

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Novidades de repente

Há tanta coisa nova no Tomás! De repente começou a fazer "prrrrrr" com os lábios, faz primeiro "buuuu" e depois no seguimento do "bu" começa a fazer barulho "prrrrrrrrrrr" e fica todo contente :)

Aprendeu que se mexer os braços pra cima e pra baixo que bate com mais força nas coisas e agora anda sempre nisso, até para pedir alguma coisa desata a "bater no ar" (e muitas vezes na mãe).

Quando espirra, faz o "atchim" e logo a seguir ri-se e dá uma mini gargalhada (esta desconfio que aprendeu porque cada vez que ele espirra eu sorrio-lhe e digo "santinho!!!!").

A brincadeira que ele ama, delira, fica histérico é o pai pô-lo de barriga para baixo com os pés no peito dele, tipo a fazer aviãozinho, e eu agacho-me, olho para ele e ao mesmo tempo que eu avanço o pai também avança para mim, e vou fazer "aaaaaau, aaaaaau", delira completamente!! É ouvir gritinhos, gargalhadas de o fazerem engasgar, sei lá! Agora assim que o pai o mete nessa posição, abre a boca toda a sorrir a pedir a brincadeira :D

Está lindo, maravilhoso, cada vez mais inteligente, mais esperto, mais fofo, mais amor da minha vida!

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Médico e dentes

Hoje lá fomos dar as picas dos 4 meses ao Tomás. Maldita Prevenar que deve doer para caraças.. nada que uns miminhos prontinhos na hora não resolvam.
Está com 5,930kg, 59,5cm e 41cm de PC (perímetro cefálico).
Na consulta dos 3 meses tinha subido para o P25 de peso, mas nesta constatou-se que desceu de novo para o 5. O médico diz que deve ser por ter estado doente, e que avaliamos melhor na próxima consulta.

Examinou os ouvidos, coração, pulmões, pô-lo sentado e ele só sorria todo contente da vida, e viu-lhe as gengivas.
Primeiro ficou espantado pelo bem que ele se aguanta sentado e com o quão bem ele controla a cabeça, depois disse que ele tem de certo uma visão óptima porque olha para tudo fixamente e é muito curioso. Depois espantou-se com os dentinhos do Tomás. Diz que já se sente o lugar de alguns mas que o que está mesmo a romper é um dos de cima! Tudo em ti é especial, filho :)

E desde as 10h que está a dormir. Só acorda para comer, mais nada. Deve ser das vacinas...

Bem e eu vou ver se ele tem febre, para a atacar logo se ela aparecer. Esperemos que não.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Á 1 ano atrás...

... tive a confirmação do que já desconfiava: vinhas a caminho. Amo-te filho, foste a melhor surpresa da minha vida e não trocava 1min contigo por nada deste mundo, meu sol!

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Apenas 3 coisinhas, anónima fofinha

(Até podia ter simplesmente apagado o teu comentário e esquecer-me da tua existência, mas estás mesmo a pedi-las!!)

Em primeiro lugar, UAU! Tu deves ser mesmo frustrada ao ponto de, adulta que és, perderes tempo a escrever um comentário que sabes de antemão que não vai ser publicado. E percebe-se perfeitamente pelas tuas palavras que o teu mal é inveja... possa rapariga, arranja uma ocupação! Adopta um animal, faz artes manuais, ou quiçá chama o teu homem e faz um filho! Assim deixas de ter tempo para coisas que os adultos bons da cabeça não fazem.

2º - Eu não custumo desejar mal a ninguém, mas possa, queria mesmo que sentisses isto tudo na pele. Portanto desejo-te que saibas o que é estar num país que não o nosso, com pessoas que não as nossas, com uma língua que não a nossa e não entendes bem, completamente sozinha, com um marido que chegue a casa e depois de 5min com o teu filho te chame porque já não sabe o que fazer com o miudo, e por isso tenhas de andar com ele ao colo enquanto fazes tudo o que te falta fazer. Ah, não esquecendo a parte do miudo. Espero que quando tiveres filhos eles sejam tão rabugentos quanto o meu: que passe o dia INTEIRINHO a chorar, e que as noites sejam iguais às minhas: em claro.Sim, amo o meu filho mais que tudo na vida, mas tal como todos os comuns mortais ele não é perfeito e adicionando o facto de ser um bebé, há dias em que dá com qualquer um em doido e complementa com as noites igualmente horriveis. Mas lá está, vai fazer um filho que depois sabes disto tudo e engoles muito do que andas prái a dizer.
 E desejo-te todo o cansaço que sinto (principalmente nas costas, deve ser a tua inveja a pesar!). Depois aí criticas com conhecimento de causa, não sem teres a mínima ideia do que é estar abandonada como um cão (e olha que este termo é usado pelo meu pai, que esteve neste mesmo sitio a trabalhar com a minha mãe, e diz exatamente isto: estarmos aqui é como se estivessemos abandonados como um cão).

3º-  FUCK YOU!

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Isto não anda fácil...

Preciso urgentemente de voltar para Portugal, para junto dos meus, ou corro o risco de ficar maluca. O cenário já é mau - estou completamente sozinha no meio do campo e na cidade não há sequer um parque ou jardim para se passear - e agora com a nova mania do Tomás ainda está pior. Chora o dia todo (e é mesmo todo), chega a pontos em que até eu choro, depois tenho de lhe pôr soro e só piora, recusa a mama 300x mesmo tendo fome, só mama quando já  está esfomeado, se saímos os dois está bem 30min e depois começa o berreiro. Mas depois chega o pai e ele fica totalmente diferente! Gargalha, sorri, fala, esperneia, brinca... e eu sinto-me ainda pior.

Depois dou por mim enervada, a gritar-lhe para se calar, a dizer que não quero mais saber dele, que tou farta de ser mãe.. sai-me estas idiotices todas da boca, e depois quando deito a cabeça na almofada e as palavras me assolam a cabeça, choro. Choro muito. Porque o amo, amo-o mais que a mim própria, amo ser mãe, amo tudo nele e tudo o que digo é por não estar bem.

Sinto-me a pior mãe do mundo.. pior mulher, pior tudo. Odeio-me de cada vez que uma palavra estúpida que digo me vem á memória.

Estou esgotada, triste, sozinha, desolada. E isto só se resolve quando eu voltar para casa. Para junto dos meus, para onde posso agarrar no meu filho e ir dar uma volta, onde ele pode conviver com pessoas normais e não os bixos dos familiares do R., onde podemos ser os dois felizes.

Sinceramente...? Apetece-me morrer. Mandar-me de uma ponte qualquer e pronto. Assim já o meu filho não tinha de levar com a merda da mãe que tem.

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Primeiras gargalhadas

E ontem, primeiro dia de Setembro, deste as tuas primeiras gargalhadas!!! Lindo, lindo, lindo! Enchi-te de beijinhos e abraços, embora tenhas gargalhado para o teu pai.
Hoje de manhã voltas-te a gargalhar, novamente e só para o pai... mas pronto, levas com umas beijocas na mesma <3

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

4 mesinhos!

Já só queres estar desencostado de nós quando estás ao colo, seja de pé ou sentado, mesmo que seja sentado no sofá apoiado com umas almofadas. Pois é filho, se já seguras bem o melão, pratica lá a tua cena :P

Já te apanhei 2x a dormir de lado, andas na fase do tentar rebolar quando estás de barriga para cima.

Ainda não dás gargalhadas mas... any day now!

Adoras vestir roupa que seja enfiada pela cabeça, sorris imenso! O resto (vestir os braços, etc) é que é mais complicado.

Comprámos uma banheira com suporte para estares meio sentado e agora adoras ainda mais o banho! Esperneias e mandas água borda fora que é uma maluqueira.

Desde que aqui a estúpida achou que passar a beber leite de soja/amêndoa/aveia era melhor para as tuas cólicas que de vez em quando estás dias sem fazer cócó. Tu que fazias todos os dias pelo menos 1x, nas calmas e super bem. E só bebi desses leites 1 dia!!! Caneco pah!

Andas na fase dos "buuuuu", só dizes "bu" a toda a hora, às vezes super baixinho, parece que estás a sussurrar.


Continuas só com maminha e muito bem.

Estás enorme, lindo e todos dizem que és a minha cara chapada... hehehe :D

terça-feira, 27 de agosto de 2013

1 mês sem ti avó

Na verdade, não te vejo desde 29 de Maio. E por mais que me lembre que morres-te, que nunca mais te vou ver, tenho aquela sensação de que vou chegar a Portugal, vou a tua casa e estarás lá, pronta para me dares um abraço e um beijo e para veres o quão crescido o Tomás está. Não me entra na cabeça que nunca mais vou ouvir a tua voz, sentir o teu abraço....

Julho ingrato, que te deu vida a 15 e te a roubou a 27. Tinhas feito 79 anos. No hospital, triste. Continua a ser o que mais me dói.. a minha avózinha doce, meiga, guerreira, sorridente, morreu triste e muito diferente do que era.

A N. diz que morres-te no dia em que foste operada. E pelo que todos me descreviam, é verdade. Depois da operação, não eras a mesma. Estavas diferente, muito.

Espero que agora, estejas onde estiveres, não tenhas dores e estejas feliz. Com os teus dois filhos que partiram antes de ti.
E peço-te avózinha, que me venhas visitar em sonhos. Para matar um pouco a saudade que tenho de ti.

Amo-te. Para sempre, avó.

sábado, 24 de agosto de 2013

Doenças, vão embora!

Primeiro foi o R. doente. Logo a seguir começou o Tomás ranhosito e no mesmo dia eu comecei com dores de garganta. E agora estamos os 3 doentes.
O Tomás foi ontem ao médico e veio medicado. Não faz febre mas eu ando sempre de olho com medo de uma bronquiolite. Muita espeturação, tosse seca, dores, dificuldade em mamar (anda a mamar terrivelmente mal).

Eu, para além da enorme dor de garganta, cabeça, nariz entupido até não poder mais e de ontem, assim do nada, ter desatado a sangrar do nariz, o que mais me dói é o coração de o ver assim.. nem dormo bem, com medo de ele se engasgar com a espeturação (como acontece todos os dias) e não conseguir respirar sozinho....

Mãe e bebé sofrem...

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Desmame do colo

O Tomás já só se deixa dormir ao colo. E depois de (mais) uma noite em claro, decidi que é hoje que começa o desmame do colo. Por mais que me doa vê-lo chorar até à exaustão, por mais que me custe ver as lágrimas a escorrerem-lhe pela cara, ele vai aprender a adormecer de dôdô na cara e deitado na caminha dele.

A primeira vez foi à 10min. Chorou horrores, derramou um mar de lágrimas, foi atrás do choro 3x e eu tive de o levantar mas deitei-o novamente de todas as vezes. Quando vi que ele não acalmava, meti-lhe uma gotinha de Aero-om na chucha e acalmou logo. Ficou uns 5min a olhar para a janela, mas lá fechou os olhos e se deixou dormir.
Eu... eu estou com o coração pequenino de o ter visto chorar tanto, de o ver adormecer com os olhos raiados de lágrimas, mas é o melhor para ele e para nós.

Vamos ver como corre o resto do dia...

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

A "troca" mais favorável da história

Troquei o meu carrinho Loola com o ovo Créatis (versão antiga) que estava a cair de usado (foi-me dado, mas o chassi abanava por todos os lados, as pegas todas escavacadas, e o ovo estava partido), uma cama de viagem toda riscada que um primo do R. nos deu (o Tomás odeiava aquilo de morte, e o primo do R. disse para quando não o quisessemos para o mandarmos para o lixo) e a alcofa Windoo Plus (esta sim era a única coisa de jeito, estava praticamente nova) por um carrinho Loola Up com cadeira, ovo Créatis (mais recente versão, 30 mil vezes melhor), capa de chuva do ovo, uma mala muda-fraldas também da Bebe Confort gigante que ainda traz um termo para biberões e a cadeira auto Iséos Néo+. Tudo praticamente novo, em excelentes condições. Para além de tudo o que demos, pagámos ainda 120€, visto que o conjunto sem a troca das nossas coisas era 250€.

A única coisa que me custou trocar por meios tostões foi a alcofa, mas o resto foi um favor que me fizeram de levá-los daqui. E só estava tudo a empatar, incluindo o carrinho que eu tinha até medo de sair com o Tomás com um carrinho e ovo naquele estado. E assim temos um todo xpto para belos passeios e uma cadeira auto já comprada.

Ah, já para não falar do ovo. O Créatis versão antiga (o que tinhamos) era muito apertado, o gaiato ía ali todo enconchado, cada vez que o punhamos no ovo era um berreiro, só se calava com o andar do carro. Mas com este adorou! É muito mais espaçoso, com mais proteção, mais fresco. Assim é um alívio passear com ele :)

Deixo fotos das coisas, só não encontrei foto da mala muda-fraldas, mas o resto é tudo igualzinho às fotos (a parte de dentro do pára-sol da cadeira também tem corações como na foto do ovo):




sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Aniversário

No passado dia 7 fiz anos. E embora tenha sido o 1º aniversário ao lado do meu filhote, é também o 1º sem a minha avózinha querida... e não consegui festejar. Nem me apetece falar, escrever, nada...

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Só coisinhas e nhó nhós

Estou farta destes eczemas, destas borbulhas, da comichão que o faz andar sempre todo esgatanhado, da crosta láctea, das cólicas (quem disse que elas passam aos 3 meses é maluco), enfim, de todos os males que aparecem ao meu piolho.
Consequentemente andas sempre a chorar. Berras para dormir, para mudar a fralda (felizmente nisto já estás a melhorar), para tomar banho (coisa que nunca acontecia), para te vestires/despires, agora até a mamar por causa das cólicas, choras porque sim, choras que te apetece, choras porque deves querer rebentar-nos os tímpanos e a paciência.

Possa filho, meti-te no mundo e só vieste sofrer... e por isso massacrar os nossos ouvidos.

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Ída ao médico

Já pesas 5,190kg e medes 57cm!!! Continuas no teu P5-10, como sempre.
Estás ótimo mas vieste de lá com indicação para consultar um osteopata porque ele acha que  podes ter um torcicolo congénito. Esperemos que não...

terça-feira, 30 de julho de 2013

3 meses amorzinho

A vontade de comemorar o quer que seja é muito pouca, mas isto não posso deixar passar: 3 mesinhos de ti, de nós.

Amo-te filho, muitos parabéns! E desculpa se às vezes não tenho paciência, mas tal como tu estás a aprender a viver neste mundo, eu estou a aprender a ser mãe.

Amo-te, amo-te, amo-te! (E hoje portaste-te muito bem quando saimos para te comprar uma cama, que a alcofa já é pequena. Custumas desunhar-te a chorar, mas hoje estives-te sempre muito bem disposto e até fizes-te um grande cócó!)

sábado, 27 de julho de 2013

Até já, avozinha querida

Avózinha linda do meu coração... meu anjinho... se me estás a ouvir, quero que saibas que nunca te esquecerei. Nunca vou deixar que o Tomás esqueça a bivó que perguntava sempre por ele...
Não entendo a tua partida. Não consigo acreditar que nunca mais te vou ver... que estou neste fim de mundo e que nem ao teu funeral vou puder ir. Dói-me o peito, tenho um nó na garganta enorme. Como é possivel teres morrido? Tenho uma mágoa tão grande dentro de mim, avózinha... as lágrimas caem a fio...
O que me dói ainda mais é saber que partiste triste. Estavas triste desde que foste operada. Dizias "pensei que ía andar para à frente, e no fim estou a andar para trás". Estavas sempre com dores de cabeça. Não querias vir para casa. Não querias fazer fisioterapia. Desmaias-te a semana passada, e nem com os pedidos da nossa familia os enfermeiros contactaram o teu médico.

Hoje, não resististe. Estavas cansada, triste. Não estavas a avó doce, carinhosa, sorridente.

Não consigo tirar da cabeça os gritos do avô ao telefone... "ai tanta solidão, não acredito"... os gritos de quem perdeu o amor de uma vida inteira.

Amo-te muito avó. Amo-te com todas as minhas forças. Foste tu que crias-te os netos quase todos, ficávamos todos na tua casa enquanto os nossos pais trabalhavam. Eras tu que nos aturavas. Tinhas sempre uma palavra doce para dizer, um olhar meigo.

Isto não é justo.. nunca me perdoarei por não ter estado contigo. Por não estar agora abraçada ao avô. Por não puder despedir-me de ti. Não sei explicar o que sinto avó, só espero que, estejas onde estiveres, estejas bem e feliz.

Amo-te. Nunca te esquecerei, meu anjinho.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Nunca me senti assim...

Nunca senti que podia perder tudo. Nunca senti este aperto de não conseguir ter tudo o que o Tomás precise. E especialmente nunca senti tanta raiva da familia do R..
Primeiro foi a mãe dele a lixar-nos a vida. Agora foi o pai. E eu só vejo a minha vida embrulhada em confusões, que nem sequer são minhas, e a ter que fazer ginástica com o dinheiro para que nada falte ao meu filho. Tudo porque o R. não tem olhos na cara, e porque tem uns pais de merda.

Sinceramente, pela primeira vez desde que o Tomás nasceu acho que estou melhor sozinha. Eu e ele, só os dois. Sem familia do R. para complicar, para perturbar, para lixar tudo. Porque o R. não faz nada, e sou na mesma praticamente só eu e o meu filho. Por isso, secalhar, é mesmo assim que estávamos melhor...

segunda-feira, 22 de julho de 2013

O horrivel eczema atópico

O Tomás tem eczema atópico. Mas como tudo o que lhe acontece tem de ser em força, o meu menino lindo está cheio de borbulhinhas pequeninas pelo corpo todo e debaixo do queixo tem bolhas vermelhas, escamosas, secas, feias, horriveis. Hoje de manhã quando lhe fui por o creme vi que alastrou para a parte de trás do pescoço. As do queixo já estão melhores mas sempre que parecem estar quase a desaparecer, lá ficam todas vermelhas de novo.

Ele coitadinho anda impossivel. Cheio de comichão. O que vale é que com o banhinho, o creme fresquinho e também pelo cançaso extremo por estar todo o dia acordado a chorar fazem com que ele à noite aterre e durma durante umas 5/6h. Esta noite foram 6:30h e só acordou porque sentiu frio, e depois veio a fomeca.

Está também com o rabinho super assado não sei porque. À noite meto carradas de creme para que ele não asse, mas hoje numa das mudas da fralda vi que está com uma assadura enorme. Não sei se é também do eczema...

Estou exausta de o ouvir chorar tanto, estou triste - desolada mesmo - de o ver assim, sempre a chorar, sempre incomodado, e quando isto parecia estar a dar tréguas eis que aparecem mais no pescoço.

Se eu pudesse, tirava-te tudo e passava para mim. Mas infelizmente não consigo, meu amorzinho... :(

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Desespero contigo assim...

Já é a segunda noite seguida que o Tomás acorda aos gritos. Nao são gritos de dor, mas gritos de desespero, de socorro, como se alguém lhe tivesse feito mal. Gritos que me rasgam o coração, que me desfazem a alma, gritos que arrepiam. Corro o mais depressa que consigo para ele, assim que o levanto acalma. Os olhos cheios de lágrimas. Suspira e faz umas queixinhas, uns barulhinhos, como que a contar-me o que aconteceu. E eu tremo, muito. Tremo como nunca tremi na vida. Dói-me a alma ao lembrar aqueles gritos, aquele desespero... chego mesmo a sentir dor fisíca de tanto pranto que sinto ao ve-lo assim. Fico com o coração tão pequenino, mas tão pequenininho.. E ontem chorei com ele ao colo, a dar-lhe mimos, a comtemplá-lo a dormir. Desespera ele, e desespero eu.

Só espero que hoje não aconteça isto de novo...


(Já tenho computador. O teclado não tem alguns acentos, como devem ter percebido. Volto quando estiver com a alma menos despedaçada.)

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Pc foi mesmo ao bife

O ranhoso do pc foi mesmo ao bife... o que vale é que guardo tudo o que é importante no disco externo, senão tinha perdido as fotos todas do Tomás (bater na madeira).   Compramos uma torre baratinha em segunda mão, agora só falta o monitor e o resto. Teve mesmo de ser senão dou em doida sem ver a minha familia. Espero ter tudo na semana que vem. Peço desculpa por não comentar os vossos cantinhos nem vos responder, mas escrever na xbox é coisa do inferno e demoro uma eternidade. Nem sequer sei onde está o parágrafo...

sexta-feira, 12 de julho de 2013

De não ter pc

O que mais me custa nem é não ter nada com que me destrair nos poucos momentos em que o Tomás dorme, mas sim não poder ver a minha familia... sentir-me ainda mais distante, ainda mais sozinha...

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Ai que sorte

Escrevo-vos da xbox do R. porque o pc avariou. E para escrever isto demorei 5min.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

O Tomás descobriu a pilinha....

e tudo o que lá está por aqueles lados. O resultado disto? Alguns choros por agarrar tudo com tanta força que se magoa e mesmo que nós tentemos tirar a mão, ele ainda aperta mais. E quando é para pôr creme? Ele chega ao rabo com a mão e é creme pela pilinha toda...

Vais ser fresquinho, vais... olha que eu não quero ser avó muito cedo, hein? :)

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Só pode ser macumba

Tou doente! Dores de garganta horriveis, febre (outra vez), dores no corpo....

Devo ter alguma alminha invejosa a fazer-me uma macumba, só pode!

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Das vacinas

Não chorou muito, até porque o peguei logo ao colo e dei logo miminho.
Até agora ainda não fez febre, mas perdeu quase completamente o apetite e só quer dormir. Estive a ver e a DTP faz isso... esperemos que passe rápido! Enquanto isso é a luta para ele comer... ai jasus...

terça-feira, 2 de julho de 2013

Só enxertos, é o que é

Assim que vi o plano de vacinação de cá e vi que a Prevenar faz parte, até bati palminhas de contente. Afinal, as vacinas são gratuitas, né? Pois.... nop. Imaginem o meu espanto quando fui á farmácia só para perguntar se tinham as vacinas no próprio dia que ele as vai levar e me dizem que tenho de pagar. Até vi estrelas... 90€ sem seguro de saúde, 33€ com o seguro que o R. tem do trabalho, que não cobre o valor todo das vacinas. E além disso, já tratámos dos papeis para o Tomás estar assegurado desde que chegámos e ele ainda não está na Carte Vitale do R. (cartão do seguro). Ou seja, a farmacêutica, que foi uma querida, deixou-me trazer as vacinas sem pagar nada até o Tomás estar assegurado para eu pagar os 33€, se não fosse essa santa mulher tinha de largar 90€ que até me lixava!!!!
Tou possessa com isto!!!!

Era para lhe dar a Rotarix (que eles cá não têm a Rotateq), mas nem tenho dinheiro para isso, o que vale é que a Rotarix só previne 1 tipo de gastro, por isso não me amolga muito não lha dar, já se fosse a Rotateq tinha que deixar de comer pr'á comprar.

O mecânico ligou hoje para o R. ir buscar o carro.... 200€ de arranjo. Meu deus....

Agora dia 4 de Julho quando for á consulta com o Tomás tenho de pagar 56€ de consulta, o valor de 2, porque na outra o médico não tinha troco para a nota de 50€ que tinhamos e ficou para pagar agora.

Ainda temos que juntar dinheiro para enviar para Portugal para a prestação da casa do mês que vem... não sei como...

O pai do R. deve-nos 230€, o R. foi pedir-lhe o dinheiro para agora pagar o carro porque nós não temos e ele ainda tem o descaramento de dizer que é um empréstimo porque precisa do dinheiro para mandar pra Portugal para a mulherzinha e que depois nos paga. No dia de são nunca à tarde. E o R., parvo, não diz que não ao pai, porque é o paizinho coitadinho. Mas coitadinhos de nós, não... é coitadinho do paizinho.
Em vez de ajudarem ainda lixam mais....

Tou farta disto tudo hoje. Fartinha mesmo.

domingo, 30 de junho de 2013

2 mesinhos meu amor!!!

Tens uns olhos castanhos lindos!

Sorris imenso e cada vez mais, ás vezes olhas-nos nos olhos e dás um sorriso tão traquina e tão amoroso que só apetece apertar-te e dar-te mil beijos bons! Por vezes também sorris tanto que mostras as gengivas todinhas e até franzes o nariz :)

Palras imenso também, mas só quando te apetece. Nisso sais mesmo à mamã, se não queres falar conosco nem que façamos o pino tu palras. És de ideias fixas, um verdadeiro Touro, né filhote? O teu palrar passa por vários gritinhos estridentes, uns mais leves e amorosos, e uns "agu", "aaaaa", "buuu".

Começou só por ser durante as nossas "conversas", mas agora é a qualquer momento: dás aos braços e ás pernas como se não houvesse amanhã!! Mas nas conversinhas claro que é ainda mais: olhas para nós, abres bem os olhos (é mais esbugalhar os olhos, mesmo), fazes biquinho com a boca e esperneias e dás aos braços todo contente e entusiasmado!

Adoras vibrar os lábios porque já percebes-te que sai dali um som e umas bolinhas de bába.

Já gostas mais da espreguiçadeira e cada vez mais tomas atenção aos bonecos, aos sons, a tudo.

Começas já a descobrir que tens mãozinhas: pões na boca (por vezes com tanta "esgana" que até te dá vómitos), mexes no cabelo, mexes nas minhas mãos, mexes no meu peito quando estás na maminha, adoras que te ajude a agarrar os bonecos e ficas muito sério e concentrado ao sentir novas texturas.

Por falar em mãozinha, quando te ponho á mama é um desastre até que a apanhes: encolhes as pernas, "espichas" o cú para trás, metes as mãos á frente da boca e quando finalmente apanhas a maminha, começas a abrir e a fechar as mãos na mama e no meu peito, arranhando-me toda, e esticas-te todo para trás que mal te consigo segurar (estou pra ver quando fores maior, não consigo fazer nada de ti).

Continuas a bolsar se ficas acordado depois da maminha, e ficas sempre com soluços, é o "sinal" de que o festival do bolsado acabou :)

Estás numa fase horrivel de cólicas, horrivel mesmo! Choras tu e, por vezes, choro eu.

Choras para mudar a fralda, para tomar banho (assim que sais da água, porque na água estás que nem um peixinho), choras para comer (quando largas a mama e não consegues agarrar ficas super zangado e mandas o teu grito de guerra, como quem diz "atão?!"), choras por causa das cólicas, choras para dormir.... enfim...


Estás maravilhoso, acima de tudo! És perfeito e és meu, só isso basta.
Na quinta-feira vais levar as vacinas, vai doer-me tanto........ esperemos que não te amolgues como da outra vez.

Feliz 2 mesinhos meu amorzinho pequenino!!!! <3


sábado, 29 de junho de 2013

Está tudo de pernas para o ar

Ontem a minha mãe contou-me que um rapaz meu conhecido teve um acidente grave. Estava a experimentar uma moto 4 com uns amigos no quintal, não conseguiu controlar a moto, foi contra a parede e pronto... um jovem de 20 anos está em estado vegetativo e os médicos já disseram aos pais para não terem esperanças...

Hoje a avó do R. morreu com um AVC.

A única coisa boa é que amanhã o meu amorzinho faz 2 meses.


Que consigas voltar a ti Luis, e que a velhota Rosa descanse em paz.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Só o pai!!!

O Tomás agora só quer o pai. Só ri para o pai. Só palra para o pai. Só não chora na muda da fralda se for o pai a mudar. Só se cala ao colo do pai. Só dorme se for o pai a pô-lo a dormir.

E eu já estou farta, e sinceramente, um pouco triste. Sou os pacotes de leite (que acho que ele já nem gosta, larga a mama 30x numa só mamada e dá gritinhos de zangado), e para nada mais sirvo. Que fixe.

terça-feira, 25 de junho de 2013

Parece agoiro!

No Domingo de madrugada acordei com a mama esquerda a rebentar, dolorosa, quente, mal o Tomás lhe conseguia pegar. Como já estive assim desta mama e ficou vermelha (inicio de uma mastite), vi logo se estava vermelha. Não estava, por isso dei dessa mama ao Tomás até ele querer e tentei esvaziá-la completamente para não doer tanto. Quando me levantei de manhã estava a sentir-me um pouco dorida, mas pensei que fosse do cansaço.
Ao início da tarde comecei com dores pelo corpo todo, especialmente na zona da cesariana e dores de cabeça horriveis, já para não falar que a mama estava a matar-me de tão dorida que estava. Comecei com arrepios e a sentir frio. Medi a febre e tinha uma pontinha. Fiquei preocupada porque com as dores na zona da cesariana pensei logo em infeção. Mas sentia que as dores e o mal estar vinham da zona da mama, o que se veio a confirmar uns minutos depois.
 Fui deitar-me, o Tomás pediu mama e pedi ao R. para o levar ao pé de mim. Quando tiro a roupa diz-me o R. "mas tu tens a mama toda vermelha por baixo!". Não conseguia ver por ser mesmo na parte de baixo da mama. Mas ao espelho consegui ver que estava com uma zona vermelha enorme, vermelho tipo tomate.

Inicio de uma mastite. Com direito a febre e tudo. Tomei logo paracetamol e a febre passou, e felizmente já não regressou. Estou a fazer compressas frias na zona vermelha e já está muito melhor.  

Tenho o Tomás impossível á 2 dias. Está praticamente sempre a chorar. A mamar fica tontinho, larga a mama não sei quantas vezes e chora, mas fica satisfeito no fim, mas até lá é um filme. Tenho a cabeça em água.

O carro avariou na viagem e está na oficina desde que chegámos.

No meio disto a única coisa boa é saber que estamos vivos por sorte. O mecânico ligou ontem a dizer que queria falar com o R., ele foi lá e quando voltou até vinha branco. O homem disse que o eixo da roda esquerda (uma espécie de parafuso que segura as rodas) estava partido mas soldaram-no. Soldaram em dois sitios mas um dos sitios rachou e a roda só está segura por um bocadinho de soldadura. Tivemos uma grande sorte mesmo do resto da soldadura não ter rachado e da roda não ter saltado em plena auto-estrada. Morríamos os 3, sem dúvida.
O pior é que sabemos que foi um mecânico de Portugal que fez isto. Disse-nos que tinha arranjado o eixo, quando apenas o remendou e mal.

Enfim, estamos vivos, é o que importa.

sábado, 22 de junho de 2013

Há lá coisa melhor do mundo do que sorrisos teus,  meu amorzinho? :)
À pouco estavas deitadinho na tua cama, começas-te a acordar e a abrir os olhos, eu fui-te espreitar e quando tu me viste deste o maior sorriso que eu já te vi dar! Sorris-te tanto que até se via as tuas gengivas! E continuas-te, cada vez que eu falava contigo, toda babada, lá vinha um sorriso rasgado, os sorrisos mais lindos do mundo, seguidos dos teus gritinhos!!
Quem me dera ter gravado! Porque tu, seu maroto, quando vês um telemóvel ou uma máquina fotográfica paras de palrar e de rir, por isso não tenho fotografia tua nem video a rir.

Oh filho, qualquer dia morro de ataque cardíaco com a felicidade que me fazes sentir!! <3

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Habemus espreguiçadeira!

Finalmente, o meu pimpolho já tem espreguiçadeira. É que já estava farta de o ver chateado por estar sempre deitado. Por isso fomos á ToysRus e comprámos esta, que estava em promoção:

Estava com desconto, custava 100 e tal € mas ficou por 60€. O R. quis logo trazê-la porque baloiça, vibra e tem musicas, eu não fiquei muito convencida por causa da porcaria de boneco que tem. Uma pessoa gasta um balúrdio nestas coisas para me trazer um boneco que nem sei bem o que é em cima e prontos. Mas isso resolve-se, que eu ei-de engendrar uma maneira de pôr ali mais bonecos.

Fomos buscá-la ontem, chegámos a casa e enquanto sô dom Tomás teve fralda mudada e maminha, o pai montou o bicho. Pusemo-lo lá e ele... desata aos berros. Não gostou. Odiou. Pensei logo "seu manhoso, fui eu dar 60€ por isto e tu agora não gostas!", mas hoje voltámos a experimentar e ele até que lá fica, mas só se for com musica. As vibrações assustam-no imenso, por isso não podemos pôr aquilo no vibra-vibra.
Adora as musicas e até fica a olhar um bocadito para o boneco, o "braço" daquilo dá para pôr mais para o lado e ele segue aquilo com uns olhos de quem quer comer os bichinhos, mas depressa se farta.

Vamos ver como é que a coisa corre...

Em relação á apneia do sono, o pediatra disse para esperar pela consulta das vacinas (4 de Julho) e falar nisso ao médico de cá. Vamos ver o que ele diz...

Já agora faço-vos uma perguntinha... os vossos piolhos quando começaram a palrar só o faziam deitados? É que o Tomás só "fala" conosco se estiver deitado, se estiver no nosso colo ou até na espreguiçadeira nem sequer tenta... Faxavôr de me dizerem de vossa justiça.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Apneia do sono? :(

Hoje ao andar pela internet encontrei um artigo sobre apneia do sono. E fiquei bastante alarmada. O Tomás tem vários sintomas disso, que eu achava serem normais nos bebés. Para além de muitas vezes fazer um barulho como se estivesse muito constipado (coisa que não está), pára constantemente de respirar durante o sono. Sempre fez isto, e como eram paragens de 1 ou 2 segundos nunca liguei. Mas agora está pior, faz paragens de 5-10 segundos e quando volta a respirar vê-se mesmo que está aflito. Muitas vezes as pausas são maiores e tenho mesmo de o acordar para que volte a respirar.

Estou muito preocupada. Quando falava nisto ás pessoas, todas me diziam ser normal, "ele ainda é pequenino, ainda não está habituado ao mundo cá fora, dá-lhe tempo que isso passa". Mas está a piorar. Estou cheia de medo que isto se confirme... mandei um mail ao pediatra dele de Portugal a perguntar o que achava que eu devia fazer.

Tenho tanto medo que isto se confirme....

domingo, 16 de junho de 2013

Rebolar?! Já?!

(Só um à parte: estou a amar esta nova fase do Tomás, em que começa a ter grandes conversas conosco. Mesmo estando sozinho na alcofa, assim que nos vê começa logo com os seus sons a chamar-nos, e adora que lhe dêm conversa, esperneia e dá aos braços todo contente, sorri imenso e manda uns gritinhos amorosos! Ando toda derretida! :D  e era só isto hihi)

Ontem experimentámos pô-lo numa cama própria em vez de estar sempre na alcofa. Só vai ficar nesta cama durante o dia, para se ir habituando e para que eu não esteja sempre a ter que desmontar o carrinho para o trazer para a sala (a porta é estreita demais e não deixa o carrinho passar aberto). De noite continua na alcofa. E ainda bem, porque agora que vi o que vi, tão depressa não passa para uma cama de grades á noite...

Não é que o caguinchas, com 1 mês e meio, já me rebola??? Eu é que não deixo ele "acabar" de rebolar, porque já o apanhei várias vezes já de lado, quase quase a ficar de barriga para baixo, a primeira vez até me apressei a pô-lo de barriga para cima porque ele já tinha dado o impulso, ía mesmo ficar de barriga para baixo.

Ok que é bom eles ficarem um tempo de barriguita para baixo para irem exercitando o pescoço. Com o Tomás isso é quase impossível de fazer porque ele fica logo chateado e a brincadeira só pode durar uns minutos, senão há berreiro com direito a tudo o que uma birra tem. Mas bolas, já rebolar sozinho?! Como é que eu agora o mudo de cama e durmo descansada, digam lá? É que a alcofa já começa a ser muito quente para ele, aqui está um calor horrivel, e tenho mesmo de o pôr numa cama de grades....

Oh céus... sugestões, please?  (e sim, estou orgulhosa do meu super-bebé lindo)

sábado, 15 de junho de 2013

Update sobre o leite

Só de ter tomado uma cápsula de levedura de cerveja ontem, as mamocas encheram esta noite! Ele até já fica satisfeito só com uma, de vez em quando lá mama da outra mas já não fica a chorar com fome. Mesmo assim ainda continua a querer mamar com mais frequência, agora passou para as 2h e pouco de intervalo.

Já cá canta também o chá de funcho. Vou começar a beber hoje, que até dizem que é bom para as cólicas deles. Espero que sim.

Acho que por agora posso respirar de alívio...

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Adeus leite??

Já me fartei de chorar. O Tomás desde ontem que mama a cada 1:30h ou 2h, mama das duas mamas e mesmo assim continua à procura quando a larga. Hoje á noite houve uma vez que até mamou duas vezes das duas mamas, seguido, e mesmo assim deixou-se dormir á procura de maminha. Durante a noite conseguiu aguentar uma vez 3:30h, mas mesmo assim as minhas mamas continuavam moles, quando dantes já estavam a gotejar por essa altura.
Estou destroçada. Sinto-me a falhar como mãe. Sinto que não lhe estou a dar o que ele precisa, que não estou a ser boa para ele.

Não percebo porque é que estas coisas têm de me acontecer. De tudo, amamentar era o que me dava especial prazer, era o que me deixava orgulhosa de mim mesma. O tê-lo juntinho a mim, a olhar-me nos olhos enquanto mamava, sentir que lhe estava a passar vida, vê-lo saciado a dormir descansado e de barriguinha cheia... Queria com todas as minhas forças amamentar até pelo menos aos 5/6 meses.

Não tenho palavras. Os olhos não param de encher-se de lágrimas. Sinto-me a pior mulher do mundo.

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Da porcaria das vacinas


Cliquem nas imagens para verem maior

Notam diferença? Pois é, estou muito preocupada. Primeiro porque em França não dão a 1ª dose da Hepatite B á nascença, só aos 2 meses, mas o Tomás levou á nascença e portanto agora aos 2 meses, pelo plano nacional de cá, leva outra vez a 1ª dose. E depois fazem vacinação aos 2 meses, aos 4 e só depois aos 11. Ou seja, se eu estiver cá quando o Tomás fizer 6 meses, não lhes dão as que ele é suposto levar pelo plano nacional de vacinação português. 

A única coisa que me agrada no plano dos franceses é que a Prevenar é gratuita pois faz parte do plano. De resto é uma porcaria comparado com o nosso.

Hoje fomos ao médico com o Tomás para começarmos as visitas mensais e pedir as vacinas (cá temos de pedir um papel para ir á farmácia levantar as vacinas e depois irmos a uma consulta para o médico as administrar). O médico disse que nós é que escolhemos o plano que queremos fazer, mas quando eu estava a vestir o Tomás ele foi passar o papel das vacinas e esqueci-me de lhe perguntar se passou conforme o plano português, e sobre a da Hepatite B, porque ele tem de levar a 2ª dose e não a 1ª. Enfim, estou preocupada.

O Tomás pesa 4,110kg e mede 50,8cm, aumentou 550g e 1,3cm em 20 dias. Dá uma média de aumento de peso de 27,5g por dia, muito pouco comparado com as 40g e tal que costumava aumentar em Portugal. Estou também preocupada com isto, porque ultimamente não tem aguentado nem 2:30h entre mamadas. Tenho receio de estar a ficar com pouco leite para as necessidades dele.... 

Enfim, hoje estou preocupada, triste, e definitivamente não estou nos meus dias. 

terça-feira, 11 de junho de 2013

Do Big Brother VIP

VIP quer dizer Very Important Person, logo quer dizer pessoas que nós conhecemos da tv, revistas e essas coisas (não necessáriamente importantes para nós, é mais do tipo aquela-pessoa-que-não-me-dá-comichões-mas-que-vi-na-televisão).

Agora expliquem-me lá quem é a Kelly Baron.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Percebes que foste mãe quando... (4)

... chegas ao fim do dia, te sentas e percebes que tudo o que fizeste no dia inteiro foi dar mama, trocar fraldas, lavar loiça, lavar roupa, varrer, trocar sorrisos com o bebé, voltar ás lides domésticas e te apercebes que até te esqueces-te de ir á casa de banho.

sábado, 8 de junho de 2013

Se o coração falasse...


... diria que palpita com toda a força cada vez que os olhos te vêm. Que estremece cada vez que os ouvidos te ouvem. Que encolhe cada vez que me afasto de ti. Que chora cada vez que tu choras, cada vez que tens uma dor, um desconforto. Que quase explode de emoção quando te tenho juntinho a mim.

Ai filho, e se os olhos falassem diriam que tantas vezes se enchem de lágrimas de felicidade cada vez que te olham a mamar ou a dormir no meu regaço. Que um simples toque teu faz maravilhas. E o teu olhar doce faz estremecer a alma.

És a melhor coisa que me aconteceu. O amor da minha vida. Amo-te com todas as minhas forças!!!

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Os médicos de hoje

A minha avó era para ser operada ontem ás 18h. Prepararam-na, levaram-na para o bloco e.... onde estão os médicos?
Pois é, os médicos não apareceram e por isso as enfermeiras tiveram de a levar de volta para o quarto. Ninguém lhe sabe dizer porque é que os médicos apareceram...

Agora digam-me lá: isto admite-se?? Mesmo que tivesse havido uma urgência, ao menos davam uma explicação!! Secalhar tavam a beber o cafézinho e esqueceram-se... por amor da santa!!! Onde isto chegou!!

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Cócó, xixi

Pois que o meu filho acha engraçado fazer uma cagada assim que o pomos dentro da banheira, e depois de trocarmos a água fazer mais um peidinho e um xixi na água nova.

Oh filho, estás-te literalmente a cagar pra nós, né?

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Update

Bem , vamos lá fazer um update aqui na coisa.

Oftalmologista: diz que o Tomás tem o saco lacrimal do olho direito fechado e por isso deu-nos uma pomada (um fixolas o homem, super simpático e brincalhão e ainda nos deu a pomada em vez de a receitar, dizendo-me "isto não fui eu que lhe dei, você tirou ali da gaveta..", loool). Temos de pôr a pomada no olho pelo menos 3x ao dia e fazer uma massagem que ele ensinou até isto passar, nem que sejam meses a fio. O Tomás não se queixa quando lha meto nem quando faço a massagem, por isso é fácil.

Viagem: correu lindamente. Para o Tomás, claro, porque para os pais foi horrível. Cheguei cheia de dores na barriga, um horror. O R. mais parecia um zombie. Mas vamos ao que interessa: Tomás. A única coisa que foi má na viagem foi ter de mudar a fralda no carro, porque cada vez que se abria a porta (o R. tinha de vir do banco da frente para o de trás para lhe mudar a fralda, eu não conseguia estar toda encurvada lá dentro) vinha um vento fio desgraçado. Toda a Espanha e França estiveram assim, sempre com vento frio maluco. E por isso, ele agora está entupido. Thanks a lot, tempo de cócó.
Quando estávamos quase a chegar ele começou a rabujar, mas também coitado, já devia estar tão fartinho!

Assim que chegámos veio tudo ver o pequeno, pois claro. Mas ele estava tão cansado e rabugento que mamou e bolsou tudo, até a mim.
Continua um pouco rabugento,  o que me dá a sensação que ele é como a mãe: odeia estar aqui. Pois filho, sais mesmo á mãe...

Já nos presenteou com duas barreladas até ás costas que sujaram a roupa toda. Uma quando lhe tinha vestido pela primeira vez umas jardineiras todas janotas que eram do meu sobrinho, e outra quando a prima do R. quis mudar a fralda. Safei-me a todas, hehe! Só não me safei de andar a esfregar aquilo com sabão azul e branco, que aquilo não saía por nada.

Hoje o R. foi trabalhar. Pela primeira vez desde que ele nasceu, estamos os dois sozinhos o dia inteiro. O R. foi-se embora de lágrima no olho, ele bem disfarçou mas eu bispei. Eu fiquei também preocupada, nunca estive com ele sozinha por tanto tempo.
Para ajudar á festa, hoje á noite de tão entupido que ele estava respirava horrivelmente mal e mal dormi a certificar-me que ele respirava, depois quando o R. se foi embora ele acabou de mamar e quando arrotou tossiu e engasgou-se, provavelmente com a ranhuça, e fez um barulho horrível que me pôs quase a chorar. Felizmente depois de um abanão começou a respirar normalmente. Ah, e está cheio de cólicas, dá gritos de dor horríveis.
E eu estou aqui cheia de dores. Hoje levantei-me sempre á noite, e esta noite será igual porque o R. vem estafado de certeza. Depois de um fim de semana a arrumar/limpar tudo, a ir ás compras (que me deixou cheia de dores na barriga) e a cuidar dele, estou com imensas dores na barriga. Mas enfim, tem de se fazer as coisas. Tirando isso até nem está a correr mal, está a ser brando comigo. Deve pressentir que é o primeiro dia, que tem de ter calma :) 

sábado, 1 de junho de 2013

Feliz dia da criança

Em especial para o meu bebé lindo do meu coração. Amo-te filho!

Depois conto tudo..

quinta-feira, 30 de maio de 2013

1 mês de Tomás, de nós

O mês mais difícil, mais esgotante e mais preocupante de todos. Mas o melhor da minha vida, sem dúvida alguma! O mais feliz, o mais amoroso, o mais cheio de vida, de alegria, de lágrimas que felicidade!
Faz hoje um mês que te "arrancaram" de mim. Não paro de pensar nisso: arrancaram-te de dentro de mim. Do quentinho de onde não querias sair, subis-te o mais fundo que conseguiste na tentativa de permaneceres no conforto da barriguinha, mas tiraram-te.

Faz hoje um mês que ouvi pela primeira vez o teu choro, nesta precisa hora. Em que ouvi "já nasceu!! Parabéns Cátia, já és mamã!". Em que chorei de felicidade ao ouvir-te chorar. Em que te beijei o rosto sem parar, enquanto as tuas mãozinhas mexiam e tocavam na minha cara num miminho teu inconsciente.

Faz hoje um mês em que contei os minutos para te ter juntinho a mim, enquanto me tentava distrair na conversa com a equipa médica maravilhosa que tive a sorte de me calhar naquele dia, tanto dentro do bloco como no recobro. Em que assim que te tive ao meu lado, senti-me outra mulher, completamente diferente do que conhecia de mim, e senti um amor como nunca imaginei poder sentir.

Faz hoje um mês que a minha vida mudou completamente para melhor.

És um bebé maravilhoso! É comer, dormir e fazer xixi pra cima dos pais hehe! Dás noites maravilhosas, e se não te acordarmos para comer aguentas 4 horas (já aconteceu nem ouvirmos o despertador por 2x e deste sinal depois de 4h sem maminha). És uma paz de alma, muito calminho. Choras quando na muda da fralda estás com fome ou com frio, ou se tens cólicas. De resto, fazes uns gritinhos de dor que me põem de lágrimas nos olhos, mas acalmas facilmente com festinhas e beijinhos dos pais. Se te pusermos a chucha, a segurarmos com a nossa mão enquanto te fazemos festinhas, seguras a nossa mão com força e acalmas logo.

Fazes as caras mais deliciosas, mais doces, mais fofas, mais tudo depois da maminha! Assim que a largas, pões os lábios como se fosses dar um beijinho a alguém, espreguiças-te, pões a carinha em cima da maminha e franzes a testa. Ficas assim, aninhado a mim, com esta carinha, e eu fico ali a adorar-te. Ficas assim até eu te pôr na alcofa, que é quando mandas um gritinho do tipo "tão? Tava aí tão bem..." mas fazemos o truque da chuchinha e da mão e ficas bem.

Gostas imenso do banho, e agora tem sido sempre o pai a dar-te, porque as minhas costas doem que se farta. De vez em quando lá dou eu, mas fico cheia de dores :(

Já ficas acordado imenso tempo, aliás horas seguidas, com os olhinhos muito abertos a ver tudo. Assim que ouves a voz da mamã ou do pai olhas logo! E adoras o candeeiro-ventoinha da sala, ficas na alcofa a olhar muito atento!
Ficas também acordado na alcofa sem chorares, ás vezes só damos por estares acordado quando te espreitamos.

Sorris imenso!! Não para nós, claro, mas sorris a mamar, a dormir, ás vezes até acordado. Ando sempre a tentar apanhar esses sorrisos com a máquina ou o telemóvel, mas nunca chego a tempo! São os sorrisos mais deliciosos do mundo, ficas com as bochechas ainda mais boas e um ar de bebé delicioso que só apetece comer!!

Disseste a tua primeira sílaba para mim: "a-gu". Parecia mesmo que te estavas a pôr comigo, porque o fizeste enquanto olhavas para mim :)

Chuchas no polegar na perfeição, como um menino grande. Isso de chuchar na mão toda é pra meninas, tu já vieste ensinado! Já vieste também ensinado a fazer figas com os dedos, e tens uma mania tão engraçada: quando te pomos a arrotar fazes uma força enorme com a cabeça até conseguires pôr as mãos debaixo da cabeça, parece que estás a fazer pose para uma fotografia, e só assim páras quieto.

Tens uma força incrível na cabeça, e uma genica como nunca vi!! Nunca vi um bebé com menos de 1 mês a mexer-se tanto e com tanta força no pescoço, se te pusermos virado de barriga para baixo aguentas imenso com a cabeça para cima!

És o doce mais doce do mundo! És o amor da minha vida, meu filho lindo!! A melhor coisa que me aconteceu, já não imagino a vida sem ti! Aliás, nem sei como vivi até aqui sem ti! Nunca senti um amor tão grande na minha vida, um sentimento tão grande e tão forte! E todos os dias cresce, e depois é como diz o ditado "transborda pelos olhos" :)
O teu cheiro, o teu olhar, o teu toque, a tua pele... tudo em ti me faz cada vez estar mais apaixonada.

Amo-te filho, com todas as forças do meu ser, por ti sou capaz de tudo filhote lindo!
Que venham mais meses e muitos anos contigo aqui, bem juntinho a mim.

AMO-TE, AMO-TE, AMO-TE!!! <3

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Eu queria contar-vos...

Queria contar-vos o que o oftalmologista ontem disse, o que o meu GO disse na minha "revisão" pós-parto, podia contar-vos o que se anda a passar hoje aqui em casa... mas só consigo, de lágrimas nos olhos, dizer: vou-me embora. Todas as células do meu corpo gritam para que eu fique. Mas não tenho alternativa. Vou-me embora, mas ao menos tenho o meu filho comigo.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Percebes que foste mãe quando...(3)

... já não consegues funcionar sem estares com o teu filho. Quer seja para ir tratar de coisas importantes, quer seja ir ali num instante ao supermercado, ficas o tempo todo a olhar para o relógio e a fazer tudo à pressa pra voltares ao ninho. E depois, claro, vem a sessão de beijos cheios de saudade!

Empacotar

Por aqui começam as arrumações... nem quero acreditar que depois de amanhã nos vamos embora.
Queria tanto acordar e perceber que me enganei, que não temos de ir...

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Consulta do 1º mês - Tomás

Antes de tudo, ontem disseste as tuas primeiras sílabas: "gu". Ou melhor "a-gu"! Olhando para mim, parecia mesmo que te querias pôr comigo! :)

E agora ao tema principal. Hoje foi dia de consulta e estás ótimo! Pesas 3,560kg (engordas-te 210g em 4 dias, a maminha é boa!) e medes 49,5cm, cresces-te 2cm! Estás perfeitinho e recomenda-se!
Fizeste cócó em cima do resguardo lá no médico e depois, achando que aquilo ainda estava muito limpinho, bolsas-te. Ficou tudo sujo... mas pensando bem, és homem, logo é normal!

Dissemos ao médico de te engasgares muito e ele apenas disse "pois", nem explicou o que fazer numa situação assim nem nada. Disse-nos que a partir do teu 1º mês (já na próxima quinta-feira, não posso crer!!!) podes começar a mamar de 4h em 4h, em vez de 3h em 3h como agora. Ainda bem, assim as noites são melhorzinhas, conseguimos descansar mais.
A partir dos 3 meses deixamos de pôr horários para mamares, é livre. Isto de noite, porque de dia não te podemos deixar mais de 4h sem comer.

Tens muitos gases (coisa que eu já sabia), viemos com a indicação de muita massagem na barriguinha, mas fomos experimentar e tu ainda ficas pior, choras muito, por isso não sei se isso resulta assim tanto como dizem. Queixei-me do Biogaia, que ainda te fazia pior, e a resposta foi "pois". Este pediatra adora o "pois" como resposta.

E prontinho, estás perfeitamente saudável. Estava preocupada também com os teus pulmões por andares muito entupido á noite e de vez em quando deitares muita ranhoca, mas foste auscultado e está tudo bem. Tens é de ir ao oftalmologista porque o pediatra desconfia que tenhas o saco lacrimal do olho direito entupido. Diz que vai falar com um amigo oftalmologista para que ele nos consulte na terça-feira, já que eu tenho de ir a Évora ao GO. Esperemos que não seja nada!

Fizeste uma birra quando estávamos quase a sair, ao menos mostras que tens bons pulmões e que sabes chorar, ao contrário do que as enfermeiras no centro de saúde dizem :P

E daqui a pouco... muito pouco... estás com 1 mês. O tempo está a passar tão rápido que quero agarrá-lo e não consigo...

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Para ajudar á festa

Soube ontem á noite que temos de ir embora para França já na próxima quarta-feira. E a minha avó vai ser internada amanhã em Lisboa e já não sai de lá enquanto não a operarem a cérebro.

Portanto podem ver como estou desde ontem. Com a cabeça a mil, nervos em franja. Vale-me o Tomás, que no meio disto tudo é a única coisa que me dá força e alento.

Isto hoje não está fácil...

Tomás a gritar com fome a cada hora. Mesmo gritar, não é só chorar. Dá gritos alucinantes, de ensurdecer. Chega á mama, pega-lhe e passado um bocado estica-se todo e quer levá-la com ele. Magoa-me imenso, ao ponto de ter que lhe tirar a mama da boca. Dou-lhe da outra e passado 5min o mesmo cenário. Mas largar a mama, tá quieto, quer é levá-la atrás.
Finalmente dorme, ponho-o na alcofa e é o berreiro. Agarro-o ao colo e começa outra vez á procura da mama. Quando percebe que não lha vou dar, berra que até deita lágrimas.
Eu, descontrolada com tanto grito, berro e lágrimas, começo a chorar e a pensar se o leite não estará a desaparecer.
Mudo-lhe a fralda, pois só já me vem á cabeça que pode ser de estar com a fralda suja. Um berreiro que só visto, todo vermelho de chorar tanto, lágrimas a correr-lhe pela cara, nada o acalma. Já ainda mais descontrolada, passo-me da cabeça e grito-lhe "cala-te!". Perdi a cabeça por 5seg. Senti-me mal assim que o disse. E ainda levo com o R. com ar reprovador "tás parva ou quê?".
Meto-o na mama, já quase a chorar outra vez, e ele engasga-se. Aflita vou a pô-lo de pé mas ele ía a escorregar da almofada que tinha no meu colo, e para ele não cair para cima da cama agarrei-o como pude e passei-o ao R., para ele o tentar desengasgar. Levo com outra reprovação: "tão mas mandas-me o menino assim, á balda?". Como se eu fosse capaz disso. Em vez de entender que só o agarrei mal para ele não cair, que foi á pressa com medo que ele escorrega-se, não. Olhar reprovador de novo, critica-me novamente.

Já não basta eu ser nervosa por natureza, ser mãe pela 1ª vez, ainda não estar completamente ambientada, ter medo de estar a ficar sem leite e hoje o Tomás estar impossível (nunca esteve assim, por isso é que me enervei tanto), ainda tenho de levar com as criticas do R.. Em vez de ajudar, de perceber que o que eu preciso é de calma, de mimos, de compreensão, ainda faz pior.
Estou aqui quase a chorar. O R. é maravilhoso no que toca ás tarefas, faz tudo. Limpa a casa de alto a baixo, faz algumas refeições, vai buscar tudo o que lhe peço e levanta-se mais que eu de noite para lhe mudar a fralda. Mas no que toca a sentimentos, acho que tá ali qualquer coisa avariada. Porque por mais que eu lhe peça para ter calma comigo, para me ajudar, para não me criticar porque faz-me sentir pior mãe do que já me sinto quando me descontrolo, ele faz exatamente o contrário.

Sinto-me completamente sozinha...

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Do Biogaia

Isto anda-me a consumir o cérebro. Fui eu gastar 21€ nesta porcaria para ele andar cheio de cólicas, todo vermelho parece um tomate e com um choro aflitivo. Quando me esqueço de lhas dar, fica logo outro bebé! Vou é lixar-me para isto!

Já agora, sabem da nova manha dele? Só faz cócó no muda-fraldas.. pois é, só quando o pousamos no colchão muda-fraldas é que ele manda umas grandes bombas atómicas e faz um cócózão até quase ás costas. Sem ser aí, é vê-lo fazer força mas não sai nada.
Querem ver que aquilo é especial?

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Fomos ao peso e...

Engordas-te 250g numa semana, pesas agora 3,350kg! Tás quase 3,5kg de gente, filhote lindo!!!
Todos te gabam as bochechas boas! A enfermeira ficou maravilhada com as tuas enormes bochechas e o teu ar tão desperto, tão vivo!
E eu e o teu pai ficámos todos orgulhosos, pois claro!

Cada vez te amo mais filho lindo, minha coisa boa!

domingo, 19 de maio de 2013

Percebes que foste mãe quando... (2)

... as tuas maiores alegrias são quando o bebé não bolsa, quando não faz xixi pra cima de ninguém, quando dorme sem rabujar, etc. E todos te olham com ar de malucos, enquanto te gabas de tudo isto.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Pesei-me e....

ao 17º dia depois do parto, perdi 9 kilos! HEHE! Só já faltam 3kg até estar com o peso que tinha antes de engravidar. UHUH!

Percebes que foste mãe quando...

Estes dois cenários se repentem uma e outra vez:

Cenário 1 - Ás 4h e tal da manhã vais mudar a fralda para a seguir dares mama e levas com mega peidos com molho em jacto que suja tudo e todos. E lá andas tu, com um bebé a chorar de fome, a ir buscar uma muda de roupa o mais rápido possivel, mas ele dá outo mega peido, sai um bocadinho de cócó e quando tás a limpá-lo levas com um repuxo de xixi que suja a muda de roupa que acabas-te de lhe vestir.. e fazes tudo outra vez. Com ele a chorar. Great.

Cenário 2 - A meio da noite, já em estado zombie que nem te deixa ver as horas, tás a dar maminha e tudo muito bem, quando ouves um mega arroto vindo do teu filho (que ainda tem a mama na boca) e de repente ele larga a mama e manda-te um jacto de leite para cima. E depois outro. E ainda outro. E percebes que te esqueces-te da fralda de pano em cima do carrinho. E "corres", tentando que ele não bolse mais, enquanto te apercebes que tens de o mudar todo e que tens leite bolsado até ás cuecas. YEY!


quarta-feira, 15 de maio de 2013

Sou a pior mãe do mundo

O Tomás agora anda sempre a engasgar-se. Tosse muito, eu ponho-o logo de pé e dou-lhe palmadinhas nas costas e a coisa passa.
Á bocado na hora da mama engasgou-se com o leite, tossiu mas voltou a engasgar-se, eu pu-lo de pé, soprei-lhe para a cara e dei-lhe palmadas nas costas mas ele não respirava. Dei-lhe abanões, mas ele começou a ficar com os lábios todos negros.Gritei ao R., ele tirou-mo dos braços e conseguiu pô-lo a respirar.
Deu-me um ataque de choro, passei a mamada toda a chorar, ele depois bolsou e ainda chorei mais.
Se o R. não estivesse conosco, provavelmente aqui a estúpida não tinha conseguido que ele respirasse. E sabe-se lá o que podia ter acontecido.

É com estas coisas que se confirma o que eu já sabia: não sirvo para mãe. Sou uma merda mesmo. O R. tem um jeito nato para a coisa. Eu nem consigo ter o meu filho seguro, nem consigo que ele respire quando fica aflito. Já tenho medo de ficar sozinha com ele...

E o pior de tudo é que tenho pena dele por ter-me a mim como mãe..

terça-feira, 14 de maio de 2013

A saga das cólicas

Odeio-te cólicas! Se eu pudesse dava-te uma tareia tão grande que nunca mais cá aparecias! E o Biogaia também tem de levar no fucinho, que não faz efeito nenhum!

Custa-me tanto ver o meu menino todo vermelho, a dar gritos de dor.... :(

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Pesagem, manhas e "doenças"

Hoje fomos pesar-te amorzinho pequenino. Já pesas 3,100kg!!! Hehe, já pesas mais que uma saca pequena de batatas :P
A enfermeira ficou espantada contigo por estares tão atento, com os olhinhos tão abertos a mirar tudo.
Perguntou-me porque é que tinhamos ido já ao pediatra sendo tu tão pequenino. Ainda não vos tinha contado, mas isto é só sustos!

Primeiro foi na gravidez, um susto que me fez pensar que o Tomás tinha problemas, depois foram as contrações antes de tempo que me fizeram ter que estar de repouso, agora depois dele nascer fomos fazer o teste do pézinho e levar a vacina BCG (no hospital estava esgotada, tivemos sorte que no nosso centro de saúde havia, uma vergonha este país!) e ele nem se amolgou. Na vacina a enfermeira disse que estavas calmo e era normal, mas quando te picaram o pé e espremeram até ficar negro, tu continuas-te a dormir como se nada fosse. Disseram-me que não era normal, que devia ir contigo ás urgências. Claro que não fui com um bebé de dias para uma urgência, mas marquei consulta no pediatra com urgência e 2 dias depois lá estavamos nós.

O pediatra disse que a enfermeira era maluca, que tu és perfeitinho e saudável, apenas és mais tolerante á dor que outros bebés. E isso nota-se, podes estar cheio de cólicas (agora é todos os dias, a toda a hora, e o biogaia não te faz nada!) que não choras quase nada, dás só um gritinho/gemido e até podes chorar um bocadinho, mas nada de mais.

Quando sentes frio é que ninguém consegue com o teu choro!! Enches os ouvidos a toda a gente, até dá dó, parece que te estão a matar!! Por isso já estão a ver a choradeira que é depois do banho... Mas pronto, tens sido um anjinho, por isso podes ter a liberdade de chorar bem depois do banho :)
Continuas a bolsar em jacto depois de algumas mamadas, ainda não percebi porquê, arrotas bem mas depois passa-se ali qualquer coisa que te faz bolsar tudo. Ficas a pedir mama, mas já tentei dar-te novamente e voltas a bolsar, por isso aguentamos-te até á hora da próxima mamada e depois já não bolsas.

Outra manha tua é a mão do pai... agora de noite dás para ficar rabugento, não dormes nem deixas dormir, não choras mas tás sempre a fazer barulhos esquisitos e muito alto, e só te calas se o teu pai te puser a mão na cara. 

És só manhas, filho!

Ao 6º dia de vida apanhas-te uma conjuntivite, logo depois de ires ao teste do pézinho, igual ao teu primo Afonso. Deve ser qualquer coisa lá do centro de saúde, porque é uma grande coincidência. Já estás praticamente curado. Ainda estás é entupido. Logo no dia a seguir á conjuntivite, começas-te a ficar entupido. O pediatra mandou só pôr soro fisiológico, mas ainda não estás a 100%. Com isto, eu quase não durmo. Sempre que ouço um barulho mais estranho vou logo ver-te ou chateio o pai para te olhar, já que ele é que dorme do teu lado. (é só eu ficar toda xpto que começo a dormir eu do teu lado, para te olhar sempre que queira)

Portanto isto aqui tem sido uma grande aventura. Cheia de sustos, medos, alegrias, sorrisos. Espero que continue assim, ou ainda melhor :)

domingo, 12 de maio de 2013

Mãozinhas boas


Mãozinhas boas da mãe!

Os desafios da amamentação

Um assunto sobre o qual já tinha aqui falado imensas vezes: a minha enorme vontade de amamentar. E foi graças a essa enorme vontade e a estar informada sobre os desafios que poderiam aparecer que hoje amamento.
Nos primeiros 2 dias, o Tomás mamava a muito custo, muito preguiçoso. Uma ótima pega, mas muita preguiça! Tinha de ser constantemente estimulado, senão deixava-se dormir e pronto.

Depois desses 2 dias, começam a gretar os mamilos, mesmo eu tendo o ritual de pôr umas gotas de leite no fim de cada mamada e deixar o máximo de tempo ao ar livre. Mas continuaram a gretar, até estarem de tal modo em ferida que eu chorava cada vez que ele mamava. Umas dores lacinantes, horriveis!

Entre o 3º e o 4º dia, desceu o leite. E as mamas ficaram duras pareciam pedra, gotejavam leite por todo o lado, apareceram caroços em ambas e doíam-me como tudo. O Tomás, apesar de mamar muito melhor nessa altura, não esvaziava as mamas, por isso continuavam duras e dolorosas. Depois de muitas massagens no banho, de muita manteiga de cacau espalhada, de muito Gretalvite nos mamilos (o Purelan só fazia o Tomás bolsar amarelo, a mim não fazia nada, acho que é muito bom mas para prevenir, não para tratar), a coisa lá melhorou.

Hoje já estamos muito melhores. Já não tenho gretas, mas mantenho o uso do gretalvite durante mais uns dias até ter a certeza que os mamilos estão completamente sarados. As mamas, apesar de gotejarem tanto e me molharem toda (ás vezes é o R. que repara, já eu tou toda molhada), já ficam vazias depois de cada mamada, estão livres de caroços e não ficam tão duras.
Agora é só mesmo as dores que ás vezes sinto quando as mamas estão a encher, de resto não há dor alguma.

Neste aspeto, estou muito orgulhosa de mim. Mesmo depois de chorar baba e ranho, de morder os lábios cada vez que ele pegava na mama, de pensar mil e uma vezes em tirar para um biberão, nunca cedi á tentação. O Tomás sempre mamou ao peito, e continuará a mamar desde que tenha leite. Porque aqui o bochechinhas está a engordar uma média de 30g por dia, já recuperou o peso de nascimento e está cada vez mais esperto, maior, mais amoroso, mais "chechinhas". O meu "chechinhas".

E o bom que é amamentar? O bom que é tê-lo juntinho a mim, a olhar-me ou com os olhinhos fechados no seu aconchego, seguro, quentinho, aconchegado, sereno, a saciar a fominha? O bom que é no fim de cada mamada ver a carinha linda, fofinha, amorosa, deliciosa que ele faz ao encostar as bochechas á maminha e deixar-se cair no sono (custa-me tanto pô-lo a arrotar por ter de o acordar!)?
Não há nada melhor. Nada. Bem dizem: "perfeito, perfeito, é mamar ao peito"! :)

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Seria hoje

Seria hoje o teu nascimento. Em vez disso, já estás cá, com os olhinhos bem abertos a tomar atenção a tudo. Com muitas cólicas, infelizmente. Tenho-te dado muito colinho e maminha, mas não consegues mesmo libertar os peidinhos que queres.
Á 10 dias atrás, o pai tinha tirado esta foto, mesmo antes de irmos para o hospital:
Estávamos então de 38 semanas e 4 dias. Agora olhando bem, já tinha uma grande barriga!!
Mas sabes, filho...? Prefiro-te aqui, ao pé de mim e do pai! :)