domingo, 28 de outubro de 2012

Que dia exaustivo!

Logo pela manhã, com a mudança da hora, toca o telefone ás supostas 9:30h.. que na verdade eram 8:30h. Lá dormi mais um bocadinho, toca o telefone outra vez e tive de me levantar.
Chegámos á pré-natal, sentámo-nos todos e lá começou a formação. Desta vez com uma senhora (de quem não me lembro o nome) mais informada, notou-se perfeitamente. Falou de tudo, desde amamentação até ao dormir. Deu algumas dicas (cortar as unhas enquanto o bebé dorme que assim não mexe as mãozinhas, fechar o sutien do lado da mama que foi dada em último ao contrário, assim a meio da noite e ensonadas não nos enganamos e sabemos a mama que temos de dar primeiro), falou sobre os receios (o banho.. ai o banho...) e explicou sempre tudo com um grande á vontade. Gostei muito desta vez!

Depois fomos almoçar, eu uma pizza média de ananás e fiambre, que estava deliciosamente boa e me caíu que nem ginjas, e depois fomos ao Aki ver das cores das tintas para começarmos a ter uma noção. Ainda não sei se pinto as paredes todas de uma côr neutra e suave ou se espero por saber o que é e faço algo mais criativo. Mas também tenho tempo para pensar nisso!

Dali fomos ao Freeport, decisão de última hora da minha irmã que quis ir comprar um presente para um primo nosso que faz agora anos no dia da minha consulta com o médico de familia, dia 30 deste mês. Não encontrou nada, mas eu vim da Modalfa com a última almofada de amamentação (aquelas grandes que dá para nós também), já testada e aprovada pela minha irmã que comprou uma igual. 50€, mas é pelo meu bem estar, porque acreditem ou não, já me custa imenso dormir de barriga para o lado. Como durante o dia vai inchando, á noite deitada de lado parece quase que se vai arrancar do corpo, preciso mesmo de um apoio nessa zona.

E á pouco quando chegámos fomos ver uns primos do R. que ainda não tinhamos visitado. Têm 2 filhos: o maior tem á volta de 12 anos e o mais pequenino faz na próxima quinta-feira 5 aninhos.
Um doce, o mais pequeno!! Tem tanta conversa, nem sei onde é que ele vai buscar tanto assunto!!! Contou-me dos carros que ele tem, da mota que é a preferida, mostrou-me o seu amster, falou do filme que estava a dar na TV, e quando eu lhe disse "olha, sabes a N., quem toma conta de ti lá na creche? O qu'é que ela é a mim, sabes?" e ele muito risonho diz "é a tua mana, né?". Portanto já sabe bem :)
  A mãe disse "olha sabes que a N. tem um bebé na barriga né? E a Cátia agora também!" enquanto eu lhe apontei para a minha barriga. Ele ficou um pouco envergonhado, mas passado um bocado olhava para a minha barriga, ainda pequenina comparada com a da minha irmã, e dizia-me assim:

- Olha, o teu bebé tem brinquedos destes aí dentro?
- Não, ele está aqui sozinho. Só quando estiver cá fora é que pode ter brinquedos. Agora brinca com as mãos e os pés.
- Olha sabes, quando eu for grande vou oferecer os meus brinquedos ao teu bebé!
- A sério? Obrigada querido, ele vai ficar todo contente! Mas depois tens de o ensinar a brincar.
- Sim, com os dinossauros!

E riiiiiaaaa, gargalhava e encolhia-se envergonhado. Depois lá perguntava novas coisas:

- O bebé que tens aí, é o quê? Um menino ou uma menina?
- Ainda não sei. É pequenino, só daqui a uns tempos é que vou saber. O que achas que é?
- Um menino e uma menina!!!
- Mas é só um! Só pode ser ou um menino ou uma menina.

Ficou a olhar para mim, a pensar... mas desconversou:

- Como é que se vai chamar?
- Se for menino vai ser Tomás, se for menina é Leonor. Gostas?
- Sim! Muito! As minhas namoradas são a Daniela e (a não sei quantas que eu não me lembro o nome). E o gordinho! Ninguém quer namorar com ele...coitado...

E pronto, voltámos ás conversas malucas. Um doce, que só apetece apertar as bochechas!!!
A mãe dele pediu-me para ficar com ele alguns fins-de-semana, porque ela ás vezes trabalha e o marido também. Por isso secalhar vou ter aqui o pirralhito! O que mais me assusta é o respeito... que não é nenhum. Se eu digo "não mexas aí" é mesmo onde ele vai mexer. E depois se lhe ralho, não sei se ele vai querer saber..
Meninas que já tenham cuidado de crianças dos outros, como é que fazem para impôr regras e respeito??

Bem foi um dia atarefado. E estou com uma gripe que me apareceu de um dia para o outro. Ontem estava bem, hoje á hora do almoço comecei a espirrar, agora tou aqui que nem posso. Nariz entupido, muitos espirros, muitas dores por causa da sinusite e um mau estar geral. Não posso tomar nada, por isso tenho de me aguentar á bronca... Vou ali beber leitinho quente e vou para a caminha, ver a badalhoquice que é a Casa dos Segredos.

Boa noite!!

2 comentários:

Os meus pensamentos disse...

Ola!
Desde já quero dar-te os parabens pelo teu minimeu :)
Quanto ao tomar conta de uma criança que não a sua, quando tiver na hora de a mãe lhe entregar a criança, é dizer-lhe a ele á frente dela, que vai ter que se portar bem e não desobedecer as suas ordens, assim em tom de brincadeira, depois pergunta se ele entendeu! Já o fiz e deu resultado, porque depois a mãe dá força ao que dizemos :-)

Katy disse...

Olá Os meus pensamentos!
Bem vinda :D

Acho isso uma boa ideia. Eu estou completamente á vontade com a mãe dele, é muito compreensiva, mas tenho mais receio em relação a ele.. sei que se vai portar mal, sei que não vai obedecer-me, e acho que não tenho jeito nenhum para ralhar com crianças.. estou um pouco nervosa..

Um beijinho, e obrigada :)