terça-feira, 16 de abril de 2013

O parto - eu não disse?

Cesariana marcada para dia 30 de Abril, ás 38 semanas e 4 dias. Tal como eu previa. Tal como o médico me disse que ía acontecer.
Fez-me o exsudado e logo a seguir foi ver a bacia. Assim que começou o exame, vira-se pra mim e diz "ahhhh pois, muito estreito mesmo! Não passa aqui nem um bebé de 1kg, nem por milagre! Vamos marcar cesariana". Ainda lhe perguntei 3 ou 4 vezes "mas é mesmo necessário doutor? Não pudemos exprimentar primeiro?", ao que ele respondeu sempre que não, porque "se o bebé encalha aí é uma carga de trabalhos e pode acontecer muita coisa que não é bom nem para si, nem para ele".
Perguntei se entrar em trabalho de parto antes o que devia fazer. Na esperança dele dizer que depois quando chegasse ao hospital me examinavam e depois logo se via. Mas não, disse que está lá na minha fixa que tenho cesariana marcada e o porquê, portanto assim que der entrada na maternidade sou logo preparada para cesariana.

Ou seja, no Hospital de Évora, de cesariana não me safo. Com toda a certeza. E de dia 30 não passas, bebé.

Perguntei mil e uma coisas. Fiquei a saber que o bebé vai logo ter com o pai, que tenho de estar umas horas no recobro mesmo que esteja alerta e bem, que quando entrar no bloco operatório posso lembrá-lo que quero sutura intradérmica, como a minha irmã, o que faz com que não precise de fazer penso nem fique com uma cicatriz feia (e eu a pensar que ele me ía mandar passear quando lhe falasse nisso, no fim é só pedir quando se entra no bloco).

Tenho consulta amanhã com a anestesista. Não sei bem para quê, porque nunca me informei sobre estas consultas, mas deduso que seja para fazer exames para saber se posso ou não levar epidural. Vou levar os meus raio-x da coluna para tirar as dúvidas sobre se a escoliose impede alguma coisa.

Estou num misto de emoções. No fundo já sabia que isto ía acontecer, mas tinha a esperança que não.
Estou a exatamente 2 semanas certinhas de "ser mãe". Digo isto entre aspas porque já o sou, desde que o teu coraçãozinho bate dentro de mim. Mas agora estar tão perto.. saber uma data, uma hora. Que vai ser naquele dia. Há sempre a possibilidade de entrar em trabalho de parto mais cedo, mas se até lá isso não acontecer, daquele dia não passa.

Ainda pensei "é agora que vou ter ao hospital de Setúbal", mas o R. não acha muita piada a isso. Diz que é em Évora que tenho o meu médico, que se acontecer algo têm lá todos os meus dados, que podem chamar o meu médico e ele estar lá num pulinho. Isso tudo é verdade. Portanto acho que me vou conformar com a cesariana, e que seja o que os médicos quiserem.


(Só hoje o meu médico já tinha feito uma cesariana e um outro que lá estava tinha feito 2. É impressão minha ou últimamente toda a gente vai pa cesariana?)

8 comentários:

Orquídea Branca disse...

vai correr tudo bem, vais ver :) boa sorte!! :)

Pobre(o)Tanas disse...

Fo........!!!!!!!! Olha estou sem palavras e logo eu que defendi o hospital a semana passada com unhas e dentes e que provavelmente não te iam fazer isso por dá cá aquela palha! Agora sim deixo que me mandes pedras porque tinhas razão e só peço desculpa! Pensava que iam tentar! Juro que pensava! Ai Katy :( Desculpa mulher!

Mas a mim não me fizeram nada disso! Ou que eu tenha dado conta!

Alias como te disse o tempo que la estive nao vi quase cesarianas nenhumas!!!

Mas olha pensa que no fundo se ele diz que te pode poupar de sofrimento e ao teu filho que pode ser a melhor opção! Juro-te que eu teria preferido cesariana a ter feito a minha menina passar por tanto!

Beijoca e força!

ádescávir disse...

Se é melhor para o Tomás e para ti, não te preocupes mais com isso ;)

Ui, agora é sempre a contar os minutos :D

Katy disse...

Obrigada queridas, tenho apenas de me mentalizar, ainda estou meio abananada de tanta informação hoje.. o meu coração só dá pulos..

Pobre(o)Tanas, não é preciso cá desculpas mulher! :)
Defendes-te com base no que te aconteceu, é perfeitamente normal. Eu confesso que depois de ler os teus comentários ainda fiquei com mais esperança que eles não partissem logo para cesariana, mas agora já tá. Posso armar-me em teimosa e tentar na mesma parto normal, mas se algo acontecesse ía ficar para sempre com esse peso na consciência, por isso vou deixar ser como eles querem, assim não pode acontecer nada que eu não tenha tentado prevenir.

Beijinhos!

ML disse...

Katy... temos de acreditar na equipa médica. Se sempre tiveste a confiança nos teus médicos e se despensas segundas opniões mais vale aceitares, pois será o melhor para ti e para o teu Tomás.

Força! Anima-te! Está quase! :)

Beijinhos

Vanilla disse...

Minha querida o que interessa é que corra tudo bem, que nasça saudável. Duas semanas ai ai, passa a correr agora :D Diz ao R para depois vir dando novidades aqui á malta sim :D

a mãe disse...

as 38 semanas????????????? credo!!!!!!1
nem deixam o bebe chegar as 39 que e quando o cerebro atinge o peso maximo???????? :/

Katy disse...

a mãe, eles não querem deixar passar muito tempo porque cada dia que passa há mais probabilidade de eu entrar em trabalho de parto expontâneo e teria de ir para cesariana de urgência.

Beijinho