quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Descobri o meu trauma de infância

Hoje eu e a minha irmã relembrámos várias das nossas peripécias e maluqueiras, mas uma que nunca se apagou da minha memória (nem da dela, de tão mal que se sentiu depois) foi um episódio á hora de almoço.
Irmã a cuidar de mim, talvez eu com uns 5 anos (ela com 15).  A nossa mãe veio do trabalho almoçar a casa, eu a fazer uma birra daquelas porque não queria comer, portanto a minha mãe diz á minha irmã que eu não posso sair da mesa até comer tudo. Era a brincar, a ver se eu ouvia e comia com medo, mas a minha irmã levou a sério...
Resultado? Passei uma tarde inteira, desde a 13h até ás 17h e tal, a chorar e implorar é minha irmã pra me deixar sair da mesa, que eu não tinha fome, estava já a doer-me tudo por estar sentada na cadeira, era baba e ranho por todo o lado, aflita... enquanto a minha irmã via tv na sala, e me dizia "a mãe disse que não podias sair.. queres sair, come". Mas eu, com o meu feitio que me é característico, não comi nem uma garfada.
Fiquei lá a tarde inteira, chorei e implorei, doía-me todos os músculos do corpo, mas não comi. (sou torta, hein?)
Quando a minha mãe chegou do trabalho e dá comigo numa aflição maluca, com o prato de comida fria á frente, e se apercebe que estive ali uma tarde inteira, quem as ouviu foi a minha irmã.
Mas nunca me esqueço desde dia.. nem eu, nem a minha irmã (ranhosa que ela foi nesse dia! LOL)

Portanto acho que está desmistificado o meu trauma de criança.. :P

5 comentários:

OrquideaBranca* disse...

vê lá se te sai um Tomás assim teimoso como tu xD hahaha

ádescávir disse...

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!!!! Partilhamos o trauma do "não te levantas enquanto não comeres" :P A minha mãe levava duas horas a dar-me um prato de sopa. E que remédio tinha eu se não come-lo :P

Katy disse...

Orquídea, a ver se não sai!! Eu era terrível, jasus!! :P

ádescávir, tu ainda o comias, eu nem que me fizessem mil ameaças: quando dizia que não, era não mesmo. Ainda hoje sou assim :P

Pobre(o)Tanas disse...

AHAHAHAHAHAHA brutal!!! Vês? Levava à risca!!! Da minha irmã tenho um tb (temos 11 anos de diferença). Eu tb aí com uns 4 anos queria revistas grandes para rasgar, ela só me dava Maria's mas eu queria das outras... Não mas deu, levou um pontapé! Pensava que me ia dar uma palmada de seguida mas não. Ignorou-me! Foi pior pois fiquei com um peso de consciencia tão grande que ainda hoje lhe peço desculpa pelo pontapé! xD

Katy disse...

Tou a ver que todas temos "traumas" causados pelas nossas irmãs/mães!!! LOOOOL